São Paulo, SP 10/11/2021 – Entendendo a nova realidade, empreendimentos residenciais já preveem um espaço para atender a essa demanda.

Os novos imóveis ganharam espaço com infraestrutura completa para moradores

O modelo de home office, que se tornou cada vez mais comum devido à necessidade de isolamento imposta pela pandemia, vem sendo visto por especialistas como um caminho sem volta no mercado de trabalho. Além de mais econômico e prático, traz qualidade de vida para as pessoas, benefício cada vez mais valorizado.

Segundo estudos realizados com diversas empresas ao longo da pandemia, para 32% dos executivos, não existe a ideia de retorno ao trabalho presencial, enquanto outros 45% já avaliam a possibilidade. Em contrapartida, 15% afirmaram que pretendem retornar em breve ao presencial e não tornar o home office permanente, mas não descartam a decisão. Apenas 7% descartaram totalmente adotar o trabalho remoto pois não enxergaram ser mais benéfico do que o trabalho presencial.

Entendendo a nova realidade, empreendimentos residenciais já preveem um espaço para atender a essa demanda. Os espaços de coworking residencial, que agregam tranquilidade, wi-fi, mobiliário e infraestrutura completa em áreas comuns do condomínio, ganham cada vez mais destaque nas construções, inclusive naquelas voltadas ao público de baixa renda.

A CASA8, que está construindo habitações sociais inteligentes na capital de São Paulo em parceria exclusiva com a Planet, é um desses exemplos. Os condomínios Viva!Smart, já lançados na Freguesia do Ó e Itaquera, terão espaços assim.

“Ao procurar um imóvel, o consumidor escolhe aquele que cumpre seus requisitos básicos como preço, localização, metragem, número de dormitórios, vagas na garagem, área de lazer. Notamos que agora, ter um local para trabalhar passou também a ser uma das primeiras exigências”, diz Eduardo Peralta, CEO da Casa8.

O ambiente de coworking residencial permite tranquilidade, organização, além de estações compartilhadas de trabalho. Combina a comodidade de trabalhar “em casa” em um ambiente fora das distrações da dinâmica doméstica, completamente voltado para o trabalho. “Ou seja, a maior vantagem é a possibilidade de ter uma estrutura completa e bem equipada sem precisar de grandes deslocamentos. Ainda que o movimento e as antigas rotinas estejam voltando na cidade de São Paulo, o trabalho remoto é uma das práticas trazidas pela pandemia que definitivamente vieram para ficar”, completa Peralta.

Website: https://www.inloop.com.br/

Deixe o seu comentário