LONDRES 22/9/2021 –

O “World Carbon Neutrality Forum” (WCNF ou Fórum Mundial de Carbono Zero) foi anunciado hoje pelo ex-presidente do Conselho Europeu (2004) e ex-primeiro-ministro irlandês Bertie Ahern. Ahern é atualmente o copresidente de Interação do Conselho de Ex-chefes de Estado e do Governo e do Fórum Eco Global.

A data de 22de setembro foi escolhida para marcar o primeiro aniversário do compromisso de carbono duplo do presidente Xi e seus esforços em prol de uma comunidade com um futuro compartilhado. O Fórum foi estabelecido para promover a cooperação climática entre a China, os Estados Unidos, a Europa e o resto do mundo.

Em seu primeiro ano de atuação, o World Carbon Neutrality Forum será realizado virtualmente e transmitido por uma plataforma de vídeo dedicada chamada de World Carbon Neutrality Media Network (Rede Mundial de Mídia de Carbono Zero). O Fórum será baseado no modelo de Davos e buscará estimular o pensamento global pela liderança na descarbonização. É uma organização pluralista que se reunirá a cada trimestre e convidará os atuais e ex-chefes de estado e primeiros-ministros de países desenvolvidos e em desenvolvimento para discutir as metas globais de descarbonização.

O World Carbon Neutrality Forum terá como base o modelo de consenso, como proposto no Acordo do Clima de Paris – reunirá os líderes governamentais, empresas globais, instituições e cientistas para promover e discutir ou conhecimento de temas relacionados, como as mudanças climáticas, o carbono zero e as novas tecnologias de energia.

O compromisso do Fórum é fortalecer a revolução global do carbono zero e promover o despertar nacional da consciência verde. O Fórum deu início a uma cooperação com várias das principais organizações e instituições acadêmicas, empresariais e não governamentais do mundo para iniciar ao primeiro fórum, que ocorrerá em janeiro de 2022.

A “World Carbon Neutrality Media Network” (WCNMN) foi anunciada para iniciar a transmissão em 2022. Será uma plataforma global de mídia e videoconferência em nuvem similar ao TED, que se concentra nas metas nacionais de descarbonização e promove a cooperação climática entre a Europa, China, Estados Unidos e o resto do mundo. Seu objetivo é proporcionar uma plataforma dedicada para reunir líderes de pensamento influentes.

Yang Lan, uma bem conhecida proprietária de mídia e jornalista, atuará como anfitriã principal e será responsável por moderar as sessões e debates da WCNMN. Outras sessões podem ser realizadas para responder questões atuais sobre a ação climática e as mudanças climáticas que podem surgir.

Ao comentar sobre o anúncio hoje, Bertie Ahern disse:

“Sem dúvida a mudança climática é o problema central que desafia os líderes mundiais nos âmbitos econômico, político e social. O que é exigido de uma única geração é uma escala de mudança normalmente gradativa ao longo de várias décadas. A política para realizar essa mudança exigirá coragem política e habilidade.”

“Ao longo da minha carreira, sempre tentei cultivar o espírito de parceria e consenso. Tenho o prazer de ser presidente do World Carbon Neutrality Forum porque acredito que a colaboração, a cooperação e a coalizão são essenciais para uma mudança substancial. Quando se trata de ação climática – precisamos de um diálogo sem fronteiras.

“A World Carbon Neutrality Media Network proporcionará uma oportunidade para os líderes da indústria e governos se ouvirem e obterem soluções práticas uns dos outros, se quisermos alcançar coletivamente as metas globais de descarbonização.

“Como parte do Acordo Verde Europeu ou Pacto Ecológico Europeu (European Green Deal), a Comissão propôs, em setembro de 2020, aumentar a meta de redução das emissões de gases com efeito estufa de 2030, incluindo as emissões e remoções, para pelo menos 55% em comparação com 1990. Ela analisou as ações necessárias em todos os setores, incluindo o aumento da eficiência energética e das energias renováveis, e iniciou o processo de apresentação de propostas legislativas detalhadas até julho de 2021 para implementar e alcançar a ambição acrescida. Isso permitirá que a UE caminhe em direção a uma economia neutra para o clima e implemente os seus compromissos no Acordo de Paris.

“Além disso, a meta clara de pico de carbono até 2030 e de carbono zero até 2060 foi declarada neste dia do ano passado pelo presidente Xi Jinping da China. Anúncios recentes da China, assim como o compromisso recentemente renovado dos Estados Unidos com o Acordo de Paris, significam que a política e o momento político caminham na mesma direção em relação ao carbono zero.

“A atividade representa uma mudança de paradigma e eu acredito que haja uma oportunidade para uma voz de liderança emergir para articular o valor da meta líquida de carbono zero. O World Carbon Neutrality Forum buscará encontrar a nossa voz coletiva através de uma rede de líderes políticos e empresariais com ideias semelhantes e proporcionará um fórum colaborativo para motivar e compartilhar experiências.”

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contato:

Para mais informações:

James Taylor, Relações públicas da Roaring Mouse

james.taylor@roaringmousepr.com

+44 (0)1246 938833

Fonte: BUSINESS WIRE

Deixe o seu comentário