Uberlândia MG 4/11/2021 – O DRE consiste em uma espécie de fotografia da empresa, ou seja, a demonstração estática daquele momento em que foi gerado.

Demonstrativo do Resultado do Exercício juntamente com o Balanço Patrimonial, o DRE consiste no principal meio de análise para entender o estado real de qualquer organização, sendo o primeiro responsável por demonstrar a ela seus direitos e obrigações, e o segundo por trazer à tona a movimentação operacional.

O DRE consiste em uma espécie de fotografia da empresa, ou seja, a demonstração estática daquele momento em que foi gerado. É importante entender esse conceito porque o gestor não pode simplesmente gerar esse relatório uma vez. É necessário realizar análises e avaliações periódicas.

Sua estrutura pode alterar conforme a necessidade de análise do gestor financeiro, mas em geral ela respeita os seguintes parâmetros:

– receitas;

– redutores de Receita;

– custos;

– lucro operacional;

– despesas;

– lucro bruto;

– despesas financeiras;

– lucro antes do imposto de renda (LAIR);

– imposto de renda;

– lucro líquido (LL).

Importância do DRE

O Demonstrativo do Resultado do Exercício consiste na apresentação da principal movimentação sob a ótica do empreendedor, que é a de dinheiro. Para a maioria dos segmentos de mercado, a movimentação de ativos raramente acontece, ou não possuem “significativas informações”, tornando o Balanço Patrimonial muito teórico ou contábil.

No entanto, estima-se que um “bom gestor financeiro”, gosta de tomar suas decisões com base no DRE, pois ele demonstra se aquela ação realmente gera retorno, ou seja, a última linha é positiva. Seja para o dia a dia da empresa, seja para realizar análises de novos projetos ou investimentos.

Possibilidades Adversas Para Uso do DRE

Além do controle organizacional, o gestor financeiro ainda pode utilizar esse relatório para gerar análises, como:

análise de projeto: qualquer empresa possui dinheiro limitado, mas com oportunidades diversas, ou seja, seus estrategistas têm que decidir qual caminho seguir no meio de muitas possibilidades, isso gera o custo de oportunidade. O provisionamento do DRE do projeto garante uma análise quantitativa do mesmo, extraindo, assim, melhores decisões e resultados organizacionais.

Provisionamento: o melhor jeito de prever o futuro é entender o passado. A partir do momento em que a organização possui dados históricos de seus relatórios, ou seja, ela possui o DRE de diversos períodos de tempo, é possível, por meio de métodos estatísticos, prever futuras receitas, despesas ou custos, garantindo uma visão de futuro sobre a organização.

Indicadores financeiros: sem saber onde se quer chegar, qualquer lugar é destino. É importante para qualquer estrategista traçar qual rumo a empresa irá tomar. Mas, para que esse objetivo seja claro e mensurável para todos, ele deve ser representado em números e o relatório que indica qual valor deve ser utilizado como base é o DRE.

Para um controle efetivo, atualmente utiliza-se um sistema de gestão cujo qual lhe possibilite a escolha das possibilidades de vendas contidas no DRE.

Conclui-se assim que o Demonstrativo do Resultado do Exercício é uma ferramenta poderosa para qualquer organização, pois ele indica qual a movimentação financeira que a empresa obteve em um determinado período de tempo. O entendimento do seu conceito e estrutura possibilita assim extrapolar sua função original, aplicando-o para atividades que até então não haviam sido pensadas.

Website: https://www.upgestao.com.br/

Deixe o seu comentário