São Paulo, SP 16/4/2021 – Para evitar qualquer contratempo, temos especialistas em logística em todos os pontos da cadeia de abastecimento.

Uma das maiores multinacionais do setor no mundo conta com especialistas de logística em todas as etapas da cadeia de abastecimento e utiliza transportes sustentáveis para reduzir a pegada de carbono

Nos dias atuais, uma logística eficiente significa o sucesso de um negócio, sendo fundamental para que uma empresa se destaque perante seus concorrentes. Independentemente do tamanho ou do setor em que atua, qualquer companhia, para ter sucesso, deve saber implementar estratégias capazes de driblar as dificuldades de armazenagem, distribuição e entrega de produtos. No caso do setor de papel e celulose não é diferente e o foco em logística deve ser redobrado. A cadeia produtiva extensa – que tem início na floresta e termina no escoamento de uma grande variedade de produtos essenciais para o dia a dia de empresas e consumidores finais – demanda um planejamento logístico detalhado e estratégico.

Para quem atua no Brasil o desafio é ainda maior já que nos últimos 20 anos o investimento em infraestrutura representou apenas 2,18% do Produto Interno Bruto (PIB), de acordo com dados da Confederação Nacional das Indústrias (CNI). Para se ter ideia, as outras economias emergentes investem, segundo o levantamento, entre 4% e 5% do PIB para melhorar a infraestrutura. Dados do Portal de Infraestrutura mostram ainda que, no Brasil, dos R$ 22,1 bilhões destinados para investimentos em logística, apenas R$ 7,9 bilhões são investidos em melhorias de portos, aeroportos, rodovias e hidrovias.

Com atuação global, uma das maiores multinacionais do setor de papel e celulose do mundo, lida com diferentes realidades nas regiões onde tem operação e investe constantemente em todas as suas plantas para oferecer produtos com a melhor relação custo-benefício para clientes dos quatro cantos do planeta. “Nossa equipe de logística oferece soluções inovadoras, a partir do gerenciamento do fluxo de mercadorias utilizando várias modalidades de transporte, como marítimo, ferroviário, barcaça e caminhão”, diz Cláudio Cotrim, diretor-presidente da Paper Excellence no Brasil. Anualmente, a logística da companhia envolve cerca de 5 milhões de toneladas de celulose e papel que são fornecidos para 40 países da América do Norte, Europa, Oceania, África e Ásia.

As características do processo de logística estão diretamente associadas à localização da base industrial e das fontes de suprimento. Para o escoamento mais eficiente dos produtos, as empresas do setor frequentemente adotam a integração dos modais marítimo, rodoviário e ferroviário. De acordo com Cotrim, todas as plantas da Paper Excellence procuram desenvolver um modelo que promova sinergia entre a logística de insumos e a expedição do produto acabado. Em uma das fábricas da companhia localizada no Canadá, por exemplo, a empresa conta com um Centro de Distribuição que recebe os produtos por barcaça coberta, trem e caminhão. De lá, são embarcados em média 400 contêineres por semana.

A eficiência do modelo logístico de uma corporação tem reflexo direto na qualidade de entrega e do preço do produto. Não por acaso, é cada vez maior o investimento das empresas, independentemente do setor, na área de logística. Um estudo da Fundação Dom Cabral revela que o custo logístico corporativo tem aumentado nos últimos anos. Em 2014, o custo médio da logística representava 11,52% do faturamento bruto das empresas. Esse custo passou para 12,37% em 2017.  De acordo com o levantamento, a logística representa 21,7% do faturamento das empresas do setor, só ficando atrás do investimento realizado pelas empresas do segmento de mineração (26,1%). Diante da complexidade e da extensão da cadeia logística do setor de Papel e Celulose, as empresas desse segmento estão entre as que mais investem na área.

“Para evitar qualquer contratempo, temos especialistas em logística em todos os pontos da cadeia de abastecimento. Diariamente, eles revisam nossos planejamentos e resolvem desafios com decisões apropriadas para garantir que nossos produtos sejam entregues sem danos e dentro do prazo aos nossos clientes”, revela Cotrim. “Além disso, privilegiamos modelos de transporte econômicos e sustentáveis ​​para reduzir nossa pegada de carbono.”

Website: https://paperexcellencebrazil.com.br/

Deixe o seu comentário