São Paulo 19/8/2020 – Por mais que pareça difícil essa mudança, se feita de forma ponderada e estruturada, o sucesso é garantido

Gustavo Tait, especialista em marketing estratégico, traz informações e dicas sobre a nova realidade do marketing pós-pandemia

Muito do que antes se tinha como habitual está se modificando dia a dia com a pandemia e, com isso, a necessidade de investimento em marketing cresce urgentemente. De acordo com dados da Marketing Week, 65% das empresas notaram a queda em sua receita e 60% dos profissionais de marketing estão revisando como implementar o orçamento disponível de forma mais assertiva.

Para Gustavo Tait, que atua como consultor de marketing estratégico, visando a transformação cultural das empresas e as preparando para essa nova realidade de mercado, “Se Dom Pedro pudesse gritar algo para os empresários de hoje, com certeza seria ‘renovação ou morte’. Chegou a hora da verdade: ou os empresários e empresas acordam para a nova realidade, ou vão ficar pelo caminho”.

Segundo Tait, o que eram movimentos isolados de grupos ativistas e jovens da nova geração, tomou conta da maioria dos consumidores.

“Um movimento que, teoricamente levaria mais alguns bons anos, aflorou do dia para a noite com a chegada do temido vírus. O medo da morte, a insegurança, o isolamento, a incerteza, a crise e outros tantos sintomas primários que atingiram o mundo em cheio fizeram com que as pessoas se preocupassem com o que, por que e como optam pelos produtos que consomem diariamente”, ressalta.

Gustavo conta que, somado ao despertar dessa nova consciência do consumidor, há o grande avanço da tecnologia, onde pode-se dizer que houve uma evolução de 5 anos em 5 meses. “Desde crianças a idosos, independentemente de classe social, a tecnologia entrou de vez dentro da vida dos brasileiros. Aquelas muitas empresas que diziam ‘Meu mercado ainda não está preparado para o on-line’ muito provavelmente hoje choram fora desse mercado”.

O QUE É ESSA REVOLUÇÃO TÃO NECESSÁRIA?

Gustavo Tait esclarece algumas informações para empresários e profissionais de marketing sobre o que seria essa renovação tão necessária.

“Quando falamos em renovação estamos dizendo em quebrar velhas crenças, paradigmas e entender que sim, o mercado mudou e mudará cada dia mais, Então, as empresas que não se atualizarem, não terão chance alguma de sobreviver. O consumidor começou a adquirir uma nova consciência e esse caminho muito provavelmente não tem volta. Esse ‘novo consumidor’ agora preocupado com sua saúde e bem-estar, irá optar por consumir cada vez mais produtos com o máximo de qualidade, se preocupando menos com preço e mais com os ingredientes e procedência. Esse mesmo consumidor que realizava compras impulsivas agora irá pensar e ponderar mais suas compras, assim, optando por produtos mais essenciais e duráveis. Com a comoção social, também entram nessa nova tendência a valorização de produtos artesanais, locais e nacionais, juntamente à escolha de consumo por empresas que valorizem o ser humano e possuem responsabilidade ecológica e social”, pontua.

E continua: “Sem falarmos que agora, com a tecnologia sendo indispensável cada dia mais, os consumidores vão comprar, conversar e interagir de forma digital e direta, ou seja, eles querem ser ouvidos, acolhidos e entendidos. Querem ser respeitados. Todo esse combo de novos hábitos são só uma pequena parte do que podemos mencionar de tantas mudanças que estão por vir”, explica.

Questionado como o marketing poderia ajudar as empresas nesse momento de transformação do mercado, Gustavo diz que o marketing tem um papel fundamental na transformação da cultura das empresas.

“É de responsabilidade dos profissionais de marketing fazerem todos esses estudos, mapeamentos e implementarem juntamente às empresas essa adaptação e renovação para a nova realidade de consumo. Vale lembrar a grande responsabilidade na forma de comunicação com os clientes cada vez mais conectados. A verdade sempre aparece em questões de segundos, então, fica um grande alerta aos marketeiros de plantão para jamais ‘venderem o gato por lebre’, já que um deslize que seja nesse momento será fatal. Caso sua empresa ainda não esteja preparada para se expor ao mercado adaptada a essa nova realidade, sugiro que realizem urgentemente essas mudanças e, aí sim, com muita verdade e transparência, possam iniciar o diálogo direto e verdadeiro com os consumidores”.

Para finalizar, o profissional deixa uma mensagem aos empresários. “Por mais que pareça difícil essa mudança, se feita de forma ponderada e estruturada, o sucesso é garantido. Como eu mencionei, essa não é uma questão de escolha, a questão de agora em diante é de sobrevivência”.

Website: https://www.instagram.com/gustavotait

Deixe o seu comentário