17/7/2020 –

O tema foi debatido em live, no dia 16 de julho, no e-mineração: Evento Virtual de Negócios

Na pandemia, a mineração mostra avanços rápidos em saúde e a segurança no trabalho. Já vinham ganhando maior evidência nos últimos anos e agora as empresas agem para garantir que trabalhadores e comunidades estivessem em segurança e bem informados.

O tema foi debatido em live, no dia 16 de julho, no e-mineração: Evento Virtual de Negócios – www.portaldamineracao.com.br/e-mineracao – por gestores de mineradoras e especialistas no tema. Segundo eles, a troca de informações e a educação têm sido pontos cruciais para o setor mineral durante a pandemia. “Nesse cenário de incertezas, a inovação é fundamental. Mas se tivermos uma comunicação eficiente, já temos 50% do tratamento”, comentou Claudio Gianordoli Teixeira, gerente de Saúde Integrada na Samarco e moderador do debate.

Assista à gravação desta live – http://www.e-mineracao.com.br/AvancosdoSetorMineral/index.html

Para Ivan de Paula Rigoletto, diretor regional de Saúde, Segurança e Desenvolvimento Sustentável da Yamana Gold para a América do Sul, algumas mudanças aconteceram no setor de saúde e segurança, garantindo um cuidado mais individualizado com funcionários e com as comunidades. “As pessoas estão preocupadas com a pandemia. Em Jacobina (BA), onde temos operação, nossos funcionários são mensageiros para a comunidade. Fizemos a doação de máscaras, álcool, equipamentos de segurança e estamos montando uma UTI na cidade, que possui recursos limitados. Sempre privilegiamos as compras locais, mas como forma de apoio à economia, nesta época de pandemia, conseguimos reduzir o tempo de pagamento de 30 para 7 dias”, contou.

Já a mineradora Nexa Resources, com operações concentradas no Brasil e no Peru, observou impactos causados pelo novo coronavírus e reuniu um conjunto de ações. “Sempre fomos protagonistas no processo de saúde e segurança dos nossos trabalhadores, essa é uma preocupação genuína. Com a pandemia, estamos em um momento de transformação e tivemos que nos reinventar com mudanças técnicas, criação de protocolos e uma busca incessante de soluções que pudessem garantir as operações em segurança e também o relacionamento com stakeholders e comunidades”, pontuou Adriano Márcio Soares, gerente Corporativo de Saúde e Segurança na Nexa.

Focados em ações preventivas, a Anglo American Brasil possui 30 % dos empregados em home office. A empresa fez a doação de mais de 45 mil testes para covid-19. “Prevenção é uma palavra-chave para nós. Estamos focados no cuidado e no respeito às comunidades. Temos tido a participação de todas as áreas da empresa de forma ativa nesse combate e para dar seguimento às medidas preventivas e corretivas”, conta Antonio Fábio Magalhães do Carmo, gerente Corporativo de Saúde e Segurança Ocupacional na Anglo American. A empresa fez ainda a doação de 17 mil termômetros a fim de despertar o autocuidado nas comunidades e ainda desenvolveu ações voltadas para a saúde mental de seus colaboradores.

Deixe o seu comentário