São Paulo 17/6/2020 – “A instabilidade econômica gera a necessidade de comprar de forma planejada e evitar desperdícios e gastos desnecessários”, contou Guilherme Aere

A HomeRefill teve um estouro de novos clientes por conta da Pandemia aqui em São Paulo. Com isso o CEO, Guilherme Aere dos Santos, contou um pouco do desafio de alinhar seu centro de distribuição ao momento, sem parar de trazer inovações/novidades para os clientes. Outro ponto é que além da compra pela economia, as pessoas também estão mais preocupadas com o descarte do lixo que o varejo faz, que é em massa.

Após a obrigatoriedade do distanciamento social no país, os hábitos dos brasileiros mudaram. Isso se deve por inúmeros motivos, como a instabilidade da economia e a mudança na rotina. 

O aplicativo Home Refill, plataforma online que serve para organizar o estoque de itens essenciais de supermercado, vem notado essa mudança desde o começo da quarentena. 

“A conveniência e a segurança de receber as entregas em dias consolidados, ajudam nessa mudança do consumidor. A instabilidade econômica gera a necessidade de comprar de forma planejada e evitar desperdícios e gastos desnecessários”, contou Guilherme Aere, CEO da Home Refill.

Antes da chegada da Covid-19 no país, essa mudança já era notada, principalmente, por conta da conscientização da população com os impactos ambientais. 

“As pessoas estão se preocupando mais com o meio ambiente. Menos poluição e descarte imprudente de resíduos que vencem, estragam ou são devolvidos no modelo tradicional de varejo”, disse Aere.

A Home Refill, “casa” e “reposição” em Inglês, é uma maneira digital de planejar as compras diretamente com os fabricantes. A plataforma funciona a partir de datas pré-programadas de reposição (refill). Os itens levam em média cerca de sete dias para serem entregues ao consumidor, esse é o tempo necessário para que os produtos sejam produzidos diretamente para os usuários da plataforma.

“Nós também tivemos que mudar para atender as necessidades dos nossos clientes. Os procedimentos de saúde nos forçaram a adaptar pessoas em classe de risco e fomos forçados a adotar o home office para seguir o distanciamento”, 

“Percebemos que o número de pessoas em bairros e de classes mais baixas que eram tipicamente compradores do atacado, aderiram ao modelo de compra por refil. Começamos a receber pedidos de produtos para preparo em casa de coisas antes tipicamente compradas prontas, como os ingredientes para fazer pão”, finalizou Guilherme Aere.

 

Website: https://www.homerefill.com.br/

Influenciador digital e amante da tecnologia. Quer saber como ter um negócio lucrativo na internet? Então, siga o meu perfil.

Deixe o seu comentário