São Paulo, SP 24/8/2020 –

Dentre outros setores, a pandemia do novo Coronavírus estabeleceu um “novo normal” no que diz respeito à educação. Na visão de Fabricio Beltrame, Diretor de Produtos da Bsoft, as medidas de isolamento social adiantaram o que já era uma tendência entre os brasileiros: a busca por conhecimento online

Espalhada por todo o mundo, a pandemia do novo Coronavírus (COVID-19) fez com que diversos setores mudassem sua forma de atuação. Dentre eles, o setor de educação, que, atendendo à recomendação de quarentena e isolamento social dada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) teve que se adaptar ao chamado “novo normal”.

No Brasil, o Ministério da Educação (MEC) publicou, já em 18 de março, a portaria nº 343, que autoriza “em caráter excepcional” a substituição das aulas presenciais pelo EAD.

Em tempo, o Conselho Nacional de Educação (CNE) autorizou que atividades e educação não presencial poderão ser adotadas em todas as etapas de ensino, o que compreende todos os estágios — da educação infantil ao ensino superior.

Conhecimento Online

A pandemia pode ter acelerado a adaptação à busca de conhecimento na modalidade online. Conforme levantamento do Google, a procura por especializações a distância deu um salto de 130% nas buscas nos últimos dias.

Já a Fundação Getulio Vargas (FGV) informou que, em comparação aos meses de janeiro e fevereiro, suas formações gratuitas tiveram alta de 400% na adesão.

Na visão de Fabricio Beltrame, Diretor de Produtos Bsoft — empresa com Know-how em desenvolvimento de software para gestão de transporte rodoviário de cargas —, as medidas de isolamento social em função do novo Coronavírus adiantaram, de fato, o que já era uma tendência entre os brasileiros: a busca por conhecimento online.

“Em tempos de quarentena, observamos que as pessoas têm buscado recursos online para aprimorar o conhecimento sobre a sua área de atuação. Pensando nisso, nós, da Bsoft, também estamos investindo forte neste recurso”, explica Fabricio.

Setor de cargas: foco da Bsoft no YouTube

Com cinco anos de atuação no YouTube, a Bsoft tem know-how em desenvolvimento de software para gestão de transporte rodoviário de cargas e compartilha conhecimento de forma gratuita a milhares de inscritos. 

Com uma ampla gama de conteúdo sobre o setor de cargas, a Bsoft desenvolve vídeos sobre CT-e, MDF-e, Gestão de Transporte, Gestão de Frotas, EDI, CIOT, Sistema TMS, sistema para transportadora, emissor de CT-e, entre outros.

A seguir, uma lista com alguns dos vídeos de destaque no canal da Bsoft no YouTube:

1 – CIOT para todos: explicando a resolução nº 5862 de 17 de dezembro de 2019:

2 – A consulta de NF-e e CT-e através da chave de acesso via SEFAZ foi eliminada:

3 – Mudança na SEFAZ relacionada ao Captcha (código de segurança):

4 – Semana de Lives Bsoft | Dia 2 – CIOT:

https://www.youtube.com/watch?v=j0zegTmdKSs

5 – O que fazer quando a carga excede o limite da apólice?

https://www.youtube.com/watch?v=A1QzpLNTziI

6 – O CIOT continua valendo?

https://www.youtube.com/watch?v=fG2goRuca7s&t=18s

7 – Alternativas para o bloqueio da Consulta da NF-e

https://www.youtube.com/watch?v=VC28EKy4Hz8&t=108s

8 – Tudo sobre cálculo de ICMS

https://www.youtube.com/watch?v=Nj12TuJeoKM

9 – Conheça todas as obrigatoriedades sobre o MDF-e

https://www.youtube.com/watch?v=_KM_C_xmxNI&t

10 – Tudo sobre carta de correção

https://www.youtube.com/watch?v=rIKVXDMMg8A

“Nós, da Bsoft, temos um compromisso com todos os que atuam no setor de cargas. Por isso, preparamos conteúdo de qualidade e abastecemos o nosso canal com frequência com vídeos que sempre enriquecem o nosso público, principalmente no que diz respeito à obrigatoriedades e regras fiscais”, conclui o Diretor.

Para mais informações sobre CT-e, MDF-e, Gestão de Transporte, Gestão de Frotas, EDI, CIOT, Sistema TMS, sistema para transportadora, emissor de CT-e, além de conferir um amplo conteúdo sobre o setor de cargas, basta acessar o canal da Bsoft no YouTube: 

https://www.youtube.com/c/bsoft

Website: https://bsoft.com.br/

Deixe o seu comentário