Sào Paulo, SP 10/6/2020 – No meio da maior crise dos últimos tempos, algumas empresas colocam o pé no acelerador e seguem com planos de expansão.

Empresas de assessoria de investimento como a InvestSmart navegam bem pela crise e criam vagas de emprego

Não é novidade que se vive uma crise tanto na área de saúde quanto na econômica, e que com as empresas paradas pelo Brasil fala-se muito mais de demissões do que de contratações.

Porém essa não é a realidade de todo o mercado de trabalho, alguns setores navegaram bem durante o confinamento, conseguiram manter seus números saudáveis e seus projetos de expansão intactos, é o caso dos escritórios de assessoria de investimentos, um mercado que vem ganhando relevância e importância no dia a dia dos investidores.

Bruno Hora, cofundador da InvestSmart, empresa de investimentos com mais de 20 escritórios espalhados pelo Brasil, é um dos que estão contratando durante o confinamento;  “Nosso negócio se adaptou bem ao home office e conseguimos manter a produtividade do nosso time, aumentamos nossa área de gestão de pessoas recentemente e queremos dobrar de tamanho nos próximos meses. Temos o privilégio estar em um setor que consegue atender e gerar novos negócios mesmo de casa, soma-se isso ao fato que os investidores precisam de muita ajuda nesse momento de incerteza, nossa demanda cresce diariamente e vamos acelerar nossos projetos de contratar e abrir novos escritórios para não perder a oportunidade”.  

Questionado sobre o que as empresas devem fazer para sobreviver a momentos como esse, Bruno comenta: “Acredito que as empresas precisam priorizar 3 fatores: Pouca dívida e um caixa saudável, infelizmente nossa instabilidade monetária e política não deixam margem para que empresas pequenas e medias no Brasil consigam se alavancar como em países desenvolvidos. Processos que sejam escaláveis e uma gestão que consiga se adaptar rápido, negócios que demoram para tomar decisões difíceis tendem a congelar nesse momento e acabam ficando para trás, lideres precisam adotar um sistema de tomada de decisão descentralizado para se tornarem mais ágeis; Liderança engajada, se eu pudesse resumir o que uma empresa precisa ter para ser  lucrativa seria pessoas e processos, se seu negócio estiver bem nesses 2 setores, você já tem uma vantagem competitiva e mais chances de passar por essa crise.”

Varejo online, setores ligados ao ramo alimentício e serviços que conseguem atender via home office estão entre os setores que foram menos afetados e alguns até cresceram nesse período.

Website: https://investsmartxp.com.br/

Influenciador digital e amante da tecnologia. Quer saber como ter um negócio lucrativo na internet? Então, siga o meu perfil.

Deixe o seu comentário