São Paulo, SP 23/6/2020 – “As demonstrações de solidariedade …confirmam a sensibilidade e a generosidade dos brasileiros, por isso, no resultado da campanha”

Diante da queda de doações das empresas, com a ação dirigida ao público em geral, a ONG espera aumentar o volume das pequenas contribuições.

Com o avanço da COVID-19 no Brasil, todos precisam continuar seguindo as medidas de proteção e prevenção, de acordo com as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS). Isso é ainda mais crucial para as crianças e adolescentes com câncer, transplantados de rim, fígado e medula óssea da Casa Hope. Eles já apresentam um quadro de imunidade muito frágil devido ao tratamento oncológico e medicamentos imunossupressores e integram, portanto, o grupo de maior risco. Por isso, mais do que nunca, a Casa Hope precisa de ajuda para continuar sua missão. A entidade, reconhecida por seu trabalho há mais de duas décadas, está lançando a campanha cujo mote é “Eu abraço esta causa! Casa Hope”, estimulando pequenas doações.

“Diante da crise, gerada pela pandemia, houve redução significativa das doações das empresas, o que nos levou a ampliar nossa ação de captação com os pequenos doadores por meio de campanhas emergenciais”, explica Tatiana Caneloi, gerente de comunicação e marketing da Casa Hope. Ela observa que “as demonstrações de solidariedade que se veem todos os dias na mídia confirmam a sensibilidade e a generosidade dos brasileiros, por isso, acredito no resultado da campanha”.

Para contribuir, basta entrar no site da entidade, acessar o link: https://casahopestore.lojavirtual.com.br/camiseta-institucional-eu-abraco-essa-causa/prod-7661710/ e adquirir uma camiseta, com o slogan da campanha por apenas R$ 50,00. Os interessados em contribuir regularmente com a entidade, com doações maiores e fixas ou colaborando com de objetos e mobiliário para seu bazar, podem entrar em contato com Tatiana Caneloi – (11) 97590-6353 ou (11) 5056-9715.

Website: http://hope.org.br

Influenciador digital e amante da tecnologia. Quer saber como ter um negócio lucrativo na internet? Então, siga o meu perfil.

Deixe o seu comentário