São Paulo, SP 11/1/2022 – A proptech localizada no Ceará registrou aumento de 100% em sua receita

A executiva acredita que os resultados sempre positivos se devam à qualidade dos serviços oferecidos e aos diferenciais das cidades inteligentes, como a infraestrutura de alto padrão e as soluções inteligentes, como energia limpa, bicicletas compartilhadas, espaços de lazer e culturais gratuitos, hortas urbanas, espaço saúde, cozinha social e o ateliê de costura.

O ano de 2021 terminou e a Planet Smart City já comemora o seu balanço positivo. Nos últimos meses, a empresa que constrói cidades e condomínios inteligentes, a preços acessíveis, comemora um crescimento de 100% em sua receita quando comparado ao ano anterior. No total, 320 famílias já moram em todos os projetos do grupo. “Foi um ano movimentado e cheio de resultados positivos. O maior destaque foram as vendas online, onde não há necessidade da presença física do cliente no escritório”, afirma Susanna Marchionni, CEO da Planet Smart City no Brasil.

A executiva acredita que os resultados sempre positivos se devam à qualidade dos serviços oferecidos e aos diferenciais das cidades inteligentes, como a infraestrutura de alto padrão e as soluções inteligentes, como energia limpa, bicicletas compartilhadas, espaços de lazer e culturais gratuitos, hortas urbanas, espaço saúde, cozinha social, ateliê de costura e biblioteca de objetos que possibilita o empréstimo de equipamentos que são usados diariamente. “A migração das cidades grandes para as sustentáveis fora da rota dos grandes centros e as possibilidades que elas oferecem são fatores decisivos para que o cliente compre a sua casa ou lote em uma das nossas cidades. É uma vantagem e tanto que propicia uma experiência completa para quem deseja viver além de morar”, conclui Susanna. 

Ela também avalia a importância dos projetos verticais, como os condomínios inteligentes que estão sendo construídos e entregues em São Paulo com 2.500 unidades.“Após o sucesso de vendas do Aquarela Bela Vista, que concluímos neste ano, iremos apresentar um novo projeto vertical na Freguesia do Ó”, diz Susanna. De fato, a possibilidade de financiamento para famílias com renda a partir de R$2.800 é um dos principais motivos para este sucesso.

No bairro da zona norte, a previsão é entregar 505 apartamentos distribuídos em duas torres, disponíveis em unidades de 30m² com um dormitório, unidades de 41m² com dois dormitórios e de 44m² com dois dormitórios e uma suíte. Além disso, os condomínios contam com áreas de coworking, churrasqueira, piscina e espaço pet para uma melhor qualidade de vida. 

Para 2022 os números seguem otimistas. “Em 2022 haverá a inauguração da Smart City Bahia, em Camaçari. “Para este projeto, investimos R$ 40 milhões de dólares”, revela Susanna.

Corporativo: a proptech que tem escritório fixo na capital cearense possui mais de 600 pessoas trabalhando de forma direta e indireta em suas obras no Ceará, Rio Grande do Norte e São Paulo. A Planet reforçou sua equipe no Brasil com profissionais das áreas de desenvolvimento e treinamento, administrativa, relacionamento com o cliente, marketing, financeiro, Internet das Coisas (IoT) e construção civil.

Nasdaq: em junho, o grupo realizou uma importante operação, onde conseguiu arrecadar US$ 53 milhões com o grande objetivo de abrir capital na Nasdaq até o final de 2023. O planejamento prevê arrecadar US$ 200 milhões de dólares para ampliar os projetos no Brasil e no Mundo.

Website: http://www.planetsmartcity.com.br

Deixe o seu comentário