Rio de Janeiro 16/12/2021 – “Algumas das maiores empresas norueguesas estão presentes no Brasil, e muitas são líderes no campo de tecnologias verdes”, Marianne Fosland, cônsul-geral.

O valor acumulado ultrapassa US$ 32 bilhões, segundo o relatório Investimentos Noruegueses no Brasil, lançado pelo Real Consulado Geral da Noruega no Rio de Janeiro; números demonstram a solidez da parceria das empresas norueguesas com o país

As empresas norueguesas têm, ao longo dos anos, aumentado de forma consistente seus investimentos no Brasil. Em 2020, o valor acumulado desses investimentos chegou a US$ 32,5 bilhões, sem contar a transferência de ativos, o que corresponde a cerca de 9% do PIB norueguês nesse ano. Somente no período 2019-2020, mesmo com a pandemia de covid-19, os investimentos no país totalizaram US$ 7 bilhões, valor 67% superior ao investido em 2017-2018. Os dados constam do relatório Investimentos Noruegueses no Brasil, lançado em novembro pelo Real Consulado Geral da Noruega no Rio de Janeiro.

“Esses números demonstram que as empresas norueguesas que atuam aqui têm um compromisso de longo prazo com o Brasil e confiança na sua economia”, afirma Marianne Fosland, cônsul-geral da Noruega no Brasil. Segundo ela, essa parceria, que tem proporcionado muitas conquistas para todas as partes ao longo dos anos, aponta para um futuro de oportunidades e inovação. Principalmente na área de tecnologias verdes, como foco na transição energética para uma economia de baixo carbono. “Algumas das maiores empresas norueguesas estão presentes no Brasil, e muitas são líderes no campo de tecnologias verdes. São empresas de ponta em energia, que estão buscando fazer a transição para fontes limpas da melhor maneira possível. E elas têm grandes parceiros e recursos no Brasil para isso”, aponta.

Por causa disso, o setor de energia foi o que concentrou a maior parte dos recursos: 71% do total investido nos últimos dois anos, dos quais 4% foram destinados a iniciativas ligadas a fontes renováveis e combustíveis limpos – tendência que deve crescer nos próximos anos. “Para as empresas norueguesas, o Brasil é um parceiro estratégico na transição para uma economia de baixo carbono e mais sustentável, porque se trata um importante mercado no cenário global”, explica Odd Magne Ruud, embaixador da Noruega no Brasil.

Mas as empresas norueguesas também estão presentes em outros segmentos, como o marítimo e offshore, além de agronegócio, química, financeiro, TI, mídia e mineração. Somando todas as operações, elas foram responsáveis por 29 mil empregos diretos e mais de 500 mil empregos indiretos em 2020. “E mais de 90% delas pretendem aumentar ou manter o nível de investimentos no Brasil, inclusive em mão de obra”, completa a cônsul.

A publicação é produzida a cada dois anos pelo Real Consulado Geral da Noruega no Rio de Janeiro em parceria com a Innovation Norway e apresenta um panorama dos investimentos ativos noruegueses feitos no país. A edição de 2021 destaca os dados referentes ao período 2019-2020, levantados por meio de consultas a documentos e outras fontes públicas de informação e de uma pesquisa quantitativa realizada junto a empresas norueguesas com atividades no Brasil entre maio e setembro de 2021.

Website: https://www.innovasjonnorge.no/globalassets/0-innovasjonnorge.no/verktoy-og-temasider/verktoy-for-eksport-og-internasjonal-satsning/regionkart/amerika/brasil/norwegian-investment-report-2021—port_screen_spread.pdf

Deixe o seu comentário