Sao Paulo, SP 9/12/2021 –

Controlar as manutenções do maquinário impacta diretamente na economia de recursos, tempo e orçamento das fábricas

Quando as manutenções dos equipamentos da indústria estão em ordem é possível economizar recursos, tempo e orçamento. Um dos benefícios disso é evitar a sobrecarga de maquinários que podem estar trabalhando de forma inadequada, utilizando mais matéria-prima do que necessário e em consequência desperdiçando mais insumos.

Em contraponto, quando a fábrica realiza as manutenções periódicas corretamente, faz com que os equipamentos trabalhem sempre com boa capacidade, utilizando a quantidade de matéria-prima ideal. Acelerando assim o trabalho e reduzindo atrasos que podem ser causados por pausas inesperadas devido a falhas. 

Segundo Aloisio Arbegaus, que é Diretor Comercial da Teclógica: “Com isso também evitam-se maiores despesas com consertos caros ou perda de equipamentos, problemas esses que muitas vezes são causados por falta de manutenção do maquinário.”

Colocando o planejamento em prática

A utilização dos equipamentos e maquinários industriais pode sofrer influência de fatores externos, como intempéries do tempo ou mau uso, e dificilmente o planejamento de manutenção será perfeito como colocado no papel. Porém, segundo Aloisio, para reduzir os gargalos e melhorar a competência do seu planejamento de manutenção, é possível seguir algumas dicas.

“Primeiramente é preciso identificar o profissional focado na manutenção, que servirá de ponto de referência para os gestores da fábrica. Entre outras funções, este profissional deve organizar as manutenções, acompanhar o andamento dos consertos e monitorar os indicadores de produtividade de cada equipamento.”, afirma.

O responsável deverá organizar o cronograma das manutenções de acordo com nível de urgência de cada uma. Levando em consideração pontos como: a identificação do problema, o motivo de ter acontecido e as medidas que devem ser tomadas para correção do problema. 

“Após a raiz do problema ter sido identificada, é importante manter todo o processo de manutenção documentado. Dessa forma se constrói uma padronização da metodologia, que apoiará tomadas de decisão mais rápidas no futuro. Isso é essencial, pois mesmo que as manutenções comecem a ser gerenciadas por outro profissional, tudo estará registrado e a produtividade da fábrica será mantida, baseada no histórico e na padronização de processos.”, completa ele.

Capacidade produtiva dos equipamentos

Aloisio afirma que para melhorar a utilização dos equipamentos, é preciso entender qual capacidade produtiva é ideal para cada um, e se está de acordo com o que vem sendo exercido. Com base nessas informações é possível entender informações relevantes. Segundo ele:

“Se a atividade de uma máquina estiver acima da capacidade produtiva ideal, há a possibilidade de estar sendo utilizada uma potência acima do recomendado, podendo gerar problemas de sobrecarga como superaquecimentos ou curtos-circuitos. Fatores esses que podem resultar até em perda total de máquinas.”

Mas se a atividade da máquina estiver abaixo da capacidade produtiva ideal, o equipamento pode estar sendo configurado de forma errada ou estar com algum defeito. Problema que, por vezes, pode ser resolvido apenas fazendo pequenos ajustes.

A tecnologia para chão de fábrica

A tecnologia tem ganhado cada vez mais espaço na indústria, pois possibilita uma visão completa da produção, propiciando uma experiência totalmente digital e levando em consideração fatores que seriam impossíveis de prever de forma manual. Isso porque a tecnologia aprende de forma automatizada com o histórico dos maquinários e da produção.

Com base na expertise adquirida atendendo empresas do setor industrial, Aloisio afirma que: “Inserido no contexto de controle de manutenções, soluções para planejamento de produção como o Delmia Ortems são grandes aliados. Esse tipo de tecnologia digitaliza o planejamento produtivo, tornando-o muito mais sólido. Isso, alinhado a um bom controle de manutenção, pode ajudar na busca de falhas e gargalos processuais.”

“O planejamento de produção digital também ajuda na percepção dos equipamentos que precisam de manutenção, facilitando a visualização do rendimento de cada um. Além disso, são efetivos no controle de custos, prazos e planejamento, o que otimiza muito a rotina do chão de fábrica.”, finaliza.

Website: http://www.teclogica.com

Deixe o seu comentário