São Paulo 20/12/2021 –

Provedores de Serviços Tecnológicos (MSPs) podem encontrar no RPA-as-a-Service uma alternativa para gerar receita recorrente.

Estudo recente da empresa multinacional EY estima que a América Latina é responsável por 15% da demanda global por automação. O estudo foi realizado no final de 2020 e contou com dados angariados em países anglo-saxões, que serviram como modelo para abstração na América Latina.

O mesmo estudo indica que, em 2022, o mercado de automação na América Latina movimentará cifras na casa de 1 bilhão de dólares. Desse montante, o Brasil será responsável por cerca de um terço (33,1%).

Para que isso se concretize, o estudo afirma que a América Latina precisará formar 25.000 profissionais da área de TI que atuem diretamente com automação a fim de prover a demanda necessária para atender a quantidade de clientes estimada.

Automação via RDA e RPA

Dentre os modelos de automação no mercado, o estudo ressalta o RDA e o RPA como sendo os mais bem consolidados no mercado. Segundo a EY, os softwares especializados simulam comportamento dos usuários sem adicionar complexidade ou exigir mudanças nos sistemas ou arquitetura de TI.  

“O RDA é muito útil taticamente em Centrais de Contato e outras operações de Recepção. Por sua vez, o RPA é a evolução tecnológica para digitalização ponta a ponta de rascunhos mais estratégicos, que também envolvem processos complexos de back office”, afirma o estudo.

Soluções no mercado

Várias ferramentas têm encontrado no mercado da América Latina abertura para ampliarem suas áreas de atuação. Empresas como ElectroNeek, UiPath e Automation Anywhere realizaram expansões de suas operações para mercados latino-americanos recentemente com o intuito de crescerem suas bases de clientes.

“Acreditamos que o mercado latino-americano é um dos mais promissores a serem explorados no que tange a automação, especialmente o mercado de Pequenas e Médias Empresas (PMEs), que estão agora entrando no ‘jogo’ da automação e buscando soluções acessíveis e práticas para resolverem seus problemas de front e back office”, Dmitry Karpov, CIO e cofundador da ElectroNeek.

Website: http://www.electroneek.com

Deixe o seu comentário