Curitiba PR 6/12/2021 – Um grande desafio: Como se preparar para enfrentar este cenário de mudanças no mundo atual ,e como tudo isso pode ser transformado em oportunidades

Com foco no que é essencial nos métodos ágeis de trabalho, o livro “Resiliência Ágil” aborda a forma que as pessoas se gerenciam, organizam e interagem. E essa é a essência desenvolvida no livro recém lançado: Apresentar a transformação ágil de uma forma objetiva, para poder ser aplicado nos projetos de organizações de qualquer natureza, pois é a velocidade de reação para correção de rota que será o grande diferencial de competividade.

O mundo pós-pandemia mudou significativamente, onde a velocidade e incerteza dos cenários estão cada vez maiores, sendo vital uma adaptação e preparação de uma forma mais eficaz para lidar com esses desafios tão cheios de oportunidades. É com essa chamada que o autor Carlos Coutinho inicia seu novo livro, “Resiliência Ágil”, que é um convite a aprender de uma forma efetiva e pragmática a base de conceitos das práticas ágeis (em especial o Scrum). 

As práticas ágeis, segundo o autor, vêm demostrando grande utilidade e aderência para esse momento “V.U.CA.”, acrônimo que remete muito a esse momento atual: vulnerável, incerto, complexo e ambíguo, onde para se seguir em frente com um negócio e até projetos pessoais, se faz necessário lidar com o ciclo de tempo mais curto no qual tudo vem acontecendo hoje, pois não haverá mais o tempo de antes, de executar todas as fases de um projeto, seja um produto, um serviço ou até um sonho pessoal. A atitude de experimentar, não acertar na primeira versão, continuará a fazer parte do risco natural de qualquer projeto de negócios ou pessoal, o que precisa mudar e ser acelerado nesse cenário atual, é a velocidade em executar ajustes para tornar o projeto exequível e vencedor. E essa é a essência desenvolvida no livro: Apresentar a transformação ágil de uma forma objetiva e aplicável em projetos nas organizações, pois a potência de reação para a correção de rota será um processo diferencial de competividade para qualquer empresa. 

O autor incentiva durante a leitura, a aprender esse jeito ágil de executar o trabalho e estruturar a equipe para isso, e para melhor contextualizar essa necessidade, são apresentados exemplos práticos que vão da esfera pessoal a projetos de grande porte. Pois um ponto importante da metodologia ágil é a forma na qual as pessoas se organizam, sendo fundamental entender a sua estruturação, em especial como as equipes interagem e quais “dinâmicas” de acompanhamento precisam acontecer para se poder colocar de fato o produto ou serviço em funcionamento e não apenas ter um planejamento bem feito e prometido, mas não realizado na prática. Os métodos ágeis permitem dividir um projeto em módulos executáveis (as chamadas Sprints), para que se acompanhe os resultados em tempo real, possibilitando fazer de imediato as alterações necessárias, aumentando as chances de mantê-lo o máximo possível dentro da expectativa do cliente. E hoje em dia, otimizar o tempo e acelerar a curva de aprendizado dos times de trabalho, com toda certeza, serão os valores mais essenciais para projetos profissionais e pessoais. 

O autor cita também que o livro tem uma abordagem com foco na liderança ágil, para quem quer desenvolver um mindset voltado para construção de equipes multifuncionais e emocionalmente preparadas para lidar com cenários desafiadores e instáveis. Em seu primeiro livro “A Tríade Da Competência”, é abordada uma visão sobre a importância do equilíbrio das competências liderança, método e conhecimento técnico, para que o profissional e gestor adquiram alta performance em seus resultados. Por fim, ele completa que um livro não transforma isoladamente ninguém, pois a mudança está dentro de si mesmo. Um bom livro serve para despertar uma espécie de gatilho, para cada um iniciar sua própria transformação.

Para saber mais do tema, basta acessar: @lideranca_e_crescimento.

Website: https://www.instagram.com/lideranca_e_crescimento/

Deixe o seu comentário