10/1/2022 – O principal critério adotado na seleção dos materiais diz respeito à sua popularidade e uso em larga escala em aplicações de construção moderna.

A nova era do setor de construção com a utilização de materiais de construção produzidos a partir da reciclagem de resíduos.

A indústria da construção busca formas de mitigar seu impacto ambiental, agora que governos e empresas estão dando mais importância à sustentabilidade. Segundo informações da ONG WWF Brasil, os resíduos de construção causam danos significativos, uma vez que representam cerca de um terço de todos os resíduos em todo o país. Sendo assim, somente a reciclagem de materiais de construção pode reduzir significativamente o impacto ambiental da indústria.

De acordo com a ONG, os resíduos de construção e demolição são tradicionalmente depositados em aterros, contaminando as águas subterrâneas e todo o ambiente ao redor. Entretanto, atualmente, o setor da construção se depara com uma série de desafios, principalmente devido ao aumento da população urbana e à redução dos recursos naturais que facilitam a produção de materiais de construção, segundo fontes do CREA-SP. Além disso, a maior conscientização sobre as mudanças climáticas está forçando as empresas do setor a repensarem suas estratégias no desenvolvimento de materiais de construção mais sustentáveis, surgindo uma crescente necessidade por reciclagem de resíduos para a produção de materiais de construção. As construtoras e incorporadoras aprenderam que a reciclagem é benéfica para toda a indústria, e já estão transformando resíduos de obras e demolição em materiais de construção sustentável e de qualidade.

O artigo intitulado “Estudo da Utilização de Resíduos de Construção e Demolição Reciclados em Obras Visando Aumento da Qualidade”, publicado na revista científica Semana Acadêmica em abril de 2019, teve como objetivo realizar uma busca na literatura de estudos relacionados à utilização de resíduos de construção e demolição reciclados em obras, visando aumento da qualidade, encontrando várias pesquisas sobre propriedades mecânicas em concretos reciclados. Na grande maioria dessas pesquisas, os pesquisadores avaliaram propriedades mecânicas de resistência à compressão e quase sempre o resultado foi o mesmo: a viabilidade técnica dos concretos com agregados reciclados devido ao seu bom desempenho diante dessa propriedade.

Com base nos estudos desse artigo, o engenheiro especialista em inovações em construção sustentável, Fernando Augusto Keller Silva, ressalta que a reciclagem de materiais de construção tem dois benefícios ambientais principais: economiza energia e reduz o desperdício em aterros. Cada benefício é definido da seguinte maneira:

Economia de energia: a reciclagem economiza grandes quantidades de energia e, em geral, diminui o consumo de recursos naturais para a produção de novos materiais. Por exemplo, se todos os resíduos de concreto e asfalto gerados anualmente nos Estados Unidos fossem reciclados, economizaria energia equivalente a 1 bilhão de galões de gasolina.

Redução de resíduos em aterros: os aterros estão enchendo, o que significa que formas alternativas de gerenciar resíduos devem ser desenvolvidas. Resíduos de construção reciclados podem ser reutilizados como estão ou transformados em algo novo.

“A reciclagem elimina a necessidade de enviar resíduos para aterros e o processamento de resíduos perigosos minimiza o acúmulo tóxico no meio ambiente”, afirma ele.

Segundo Keller, a melhor maneira de reciclar resíduos de construção é usá-los em novos projetos, e há muitos materiais de construção que podem ser reciclados, como concreto; metais; asfalto; madeira; papel e papelão; gesso; alvenaria; eletrodomésticos e utensílios, como pias e banheiras; janelas, portas e telhados; vegetação e árvores; plásticos etc. Ele ainda aponta para benefícios econômicos, como economia de custos e certificações verdes, que a reciclagem de materiais de construção pode gerar:

“A reciclagem e a reutilização de materiais de construção reduzem o custo de descarte e transporte. Algumas organizações de reciclagem até cobram menos em comparação com os métodos convencionais de descarte. A reciclagem também reduz a demanda por novos recursos, o que também reduz os custos de transporte e produção. E ainda, as construtoras que reciclam materiais têm uma vantagem competitiva, devido à crescente importância da construção verde e da preservação do meio ambiente”, explica Keller.

Além disso, o especialista ainda destaca que diversos tipos de agrorresíduos, desde cinza de casca de arroz, cinza de bagaço de cana-de-açúcar e cinza de folhas de bambu, entre outros, foram identificados como soluções potentes no desenvolvimento de materiais de construção sustentáveis. Seis diferentes materiais de construção são produzidos a partir desses agrorresíduos, como elementos de tijolo/alvenaria, concreto verde, materiais de isolamento para edifícios, materiais de reforço para edifícios, painéis de partículas e plásticos de base biológica.

“O principal critério adotado na seleção dos materiais diz respeito à sua popularidade e uso em larga escala em aplicações de construção moderna”, complementa ele.

Keller dá dicas para reciclar materiais de construção. Segundo ele, como qualquer aspecto de um projeto, a reciclagem deve ser planejada cuidadosamente antes de começar. Organizações como agências ambientais podem ajudar a implementar as melhores práticas para um projeto, garantindo que ele siga os regulamentos locais. Para atender esses regulamentos locais, as secretarias municipais de resíduos sólidos podem fornecer as informações necessárias, incluindo o uso de aterros e diretrizes de reciclagem.

Ainda segundo o especialista, outra forma de reduzir o desperdício de construção é com a desconstrução, também conhecida como desmontagem seletiva. Existem algumas organizações que separam materiais de construção e os reaproveitam para projetos de habitação de interesse social, o que proporciona vantagens fiscais. Outra opção para pequenos projetos, como reformas de casas, é vender diretamente os materiais reciclados.

A reciclagem de materiais de construção não é benéfica apenas para o meio ambiente. Também abre oportunidades para redução de custos e lucros maiores. A economia com a reciclagem pode ser rastreada como parte do processo normal de contabilidade da obra.

Deixe o seu comentário