São Paulo | SP 6/10/2021 – Muitos novos empreendedores estão transformando suas vidas com o e-commerce no Brasil. As informações corretas podem fazer toda a diferença no sucesso.

Para aproveitar a onda de crescimento das vendas online, empreendedores precisam conhecer técnicas, ferramentas e conceitos de marketing para estruturar um negócio eficiente de vendas pela internet.

Com o mercado digital cada vez mais acelerado muitas oportunidades se mostram todos os dias para quem vende pela internet. O consumidor brasileiro aderiu de vez às compras online e a pandemia acelerou este movimento. Apenas no primeiro semestre de 2021, o e-commerce no Brasil atingiu R$53,4 bilhões em vendas, segundo o site do E-Commerce Brasil. Já o relatório elaborado pela Ebit | Nielsen, mostrou que um dos motivos deste crescimento é o aumento no ticket médio das compras, que passou para R$534,00 no período, registrando um aumento de 22% em comparação com mesmo período do ano anterior.

De olho nesta tendência, muitos brasileiros pensam em começar um negócio online. As lojas virtuais despertam cada vez mais a atenção de quem quer empreender no Brasil, conforme revela a 7ª edição da pesquisa “Perfil do E-Commerce Brasileiro”, parceria do PayPal Brasil e da BigDataCorp. O estudo mostrou que o Brasil já tem quase 1,59 milhão de lojas online e que em 2021 houve um crescimento de 22,05% no número.

Porém, da ideia para a execução existe uma jornada. Para não cair em armadilhas o empreendedor precisa estar muito bem informado sobre detalhes importantes e passos que precisa trilhar para desenvolver um negócio sólido. Existe um universo de opções de conhecimento nesta área, incluindo cursos, treinamentos e consultorias. “Muitos novos empreendedores estão transformando suas vidas com o e-commerce no Brasil. Existem inúmeras oportunidades em diversos segmentos, mas é fundamental saber o caminho das pedras. As informações corretas podem fazer toda a diferença no sucesso de um negócio”, afirma Francisco Brandão, sócio-fundador da Agência Life, uma empresa especializada em e-commerce e marketing digital.

Francisco, que tem mais de 20 anos de experiência nos mercados de marketing, publicidade e e-commerce, entende que o cenário atual é muito favorável para empresas que pretendem digitalizar suas vendas. “Alguns segmentos já apresentaram tendências de alta que não se consolidaram, o que não é o caso do e-commerce, que cresce ano após ano”, explica Francisco.

Mas todo este crescimento, além de oportunidades, gera muitas dúvidas e desafios. Nem sempre as informações corretas estão disponíveis para os que estão iniciando. “Eu tive a sorte de iniciar uma loja on-line depois de acumular conhecimento por mais de 15 anos desenvolvendo e-commerces em diversos segmentos. Isso me deu estrutura e know how para começar do jeito certo”, afirma Carolina Wischhoff, CEO da Zero a Oito, um e-commerce focado no segmento infantil. “O empreendedor brasileiro já percebeu a força das vendas pela internet. Os números só crescem, tanto em volume de vendas quanto em tíquete médio, que em 2021 bateu R$534,00. Porém, é uma ilusão achar que basta ligar uma plataforma on-line e começar a faturar. O empreendedor precisa entender bem onde vai pisar para ter sucesso”, completa Carolina. Entendendo essa dor, Carolina e Francisco decidiram criar um curso online (https://cursos.agencia.life/) para ajudar empreendedores a buscar conhecimentos no e-commerce e tornar sua jornada mais sólida.

Todo o ecossistema do e-commerce brasileiro está evoluindo e se transformando muito rápido. Os marketplaces, as estruturas logísticas, os meios de pagamento on-line, marketing, plataformas, ERP, enfim, um mundo de possibilidades que precisam estar orquestradas para garantir uma operação equilibrada e eficiente. Um outro dado revelado pela pesquisa “Perfil do E-Commerce Brasileiro” mostra que 372 mil empresas únicas estão vendendo em algum dos marketplaces brasileiros e 44,80% destas empresas possuem site próprio, além de vender no marketplace, o que confirma a tendência de amadurecimento do mercado.

Todo este ambiente favorável fomenta também o crescimento da competição por eficiência e tecnologia no segmento, pois as empresas querem aproveitar o cenário ampliando sua performance em vendas, o que pode ser comprovado por um outro dado da mesma pesquisa realizada pela PayPal Brasil e BigDataCorp, que mostra que 68,1% das lojas virtuais no Brasil são plataformas de e-commerce fechadas. O que comprova que as empresas estão buscando cada vez mais conciliar as melhores opções de tecnologia com conhecimento e técnicas avançadas de marketing para prosperar e surfar essa onda que parece estar apenas no início.

 

 

Website: https://cursos.agencia.life/

Deixe o seu comentário