Bragança Paulista, SP 25/10/2021 – Em plena pandemia, a Vanessa Prado Semijoias se reinventou e conseguiu alavancar as vendas em 20%.

O mercado de semijoias pós-pandemia superou as expectativas e oferece uma grande oportunidade de negócio para quem busca uma renda complementar.

O mercado de semijoias pós-pandemia do Covid-19 vem apresentando superação de crescimento. Por ser considerado um produto “não essencial” para viver, o setor sofreu no início da crise, mas com criatividade e investimentos em vendas e revendas online o setor gerou renda e oportunidades de crescimento para muitos negócios. Uma justificativa seria que as pessoas tendem a valorizar mais cada momento vivido.  

Em entrevista em 2020, Emanuele Farneti, diretor de conteúdo da Vogue Itália,  demonstrou-se otimista com as vendas de acessórios após o isolamento social, porém salientou que cada país reagiria de uma forma diferente. Ele acredita que as pessoas vão celebrar cada momento com as compras de acessórios pós-pandemia. Essa perspectiva no Brasil se tornou realidade. 

Em contato com a Vanessa Prado, empreendedora do mercado de semijoias há mais de 20 anos, ela constata que na pandemia reinventar o modelo de negócio foi essencial, o investimento nas vendas online foi uma ótima alternativa para aumentar os lucros. 

O setor do e-commerce aumentou 75% em meio a pandemia, segundo estudo da Mastercard, para alcançar esse sucesso em vendas, investir em mídias sociais e site próprio para transformar a experiência de compra dos clientes, alinhar o relacionamento da marca com os clientes através de uma equipe especializada no atendimento nas lojas virtuais, investir fortemente no atacado, oferecendo condições únicas, material de mídia completo sobre como vender os itens e assistência para manutenção e conserto de peças rápidas, conforme a política de garantia são decisões essenciais. Realizando todos esses passos, a Vanessa Prado semijoias impulsionou as vendas em mais de 20% e expandiu o quadro de colaboradores.

Pesquisas recentes mostram o crescimento do e-commerce no Brasil. Os dados da 43ª edição da pesquisa Webshoppers, realizada pela EBIT| Nielsen em parceria com a Bexs, revela um crescimento de 29% de novos consumidores em lojas virtuais no Brasil em 2020. Além de um recorde no faturamento dos e-commerces que atingiram 87 bilhões em vendas. A previsão é que a melhora da estruturação da tecnologia e sua disseminação proporcione um impulsionamento no crescimento do setor.

A pandemia acelerou a necessidade de modificação tecnológica dos negócios. Com o isolamento social aumenta-se a procura de produtos em lojas onlines, para diversas situações. E o mercado de semijoias precisou caminhar nesse sentido. A atualização de negócios para se ajustar às novas necessidades do mercado são importantes para o crescimento e desenvolvimento do nicho.

Como se preparar para o mercado de semijoias pós-pandemia? Neste cenário, a necessidade de preparo e delineamento do atendimento ao cliente são aspectos importantes para alavancar marcas de semijoias. Explorar as plataformas de mídias digitais e loja virtual própria são os ponto-chave nesse processo. Para tanto, estruturar o negócio e investir em estratégias de comunicação e marketing digital permite o caminho do sucesso. Os passos para atingir esses objetivos são:

  • Criar redes sociais: As redes sociais não devem ser só um canal de comunicação de via única. Promover vídeos que comunicam com os clientes, realizar lives, produzir materiais importantes de mídia para o seu público de atacado no “Whatsapp” e humanizar a sua marca pode gerar ainda mais confiança. Utilize o “Instagram” para divulgar catálogos e conteúdos que conversem com os clientes a todo instante.  
  • Fortalecer vínculos com os clientes: Além de criar promoções e descontos nos seus produtos, busque conhecer o que seus clientes mais consomem do universo de semijoias, promovendo um atendimento rápido e humanizado. 
  • Estruturar o pós-vendas: Investir em um site com um canal de pós-venda eficiente, deixando um canal de perguntas frequentes estruturado, oferecer manutenção das peças para os clientes atacadistas por condições exclusivas e crie vídeos ensinando como guardar, vender, cuidar e aplicar preços nas peças.
  • Ter uma boa logística: Estruturar sua logística para que o prazo e preço do frete não seja motivo de abandono do carrinho de compras no site, criando destaque em vista dos concorrentes.

Website:  https://www.vanessaprado.com.br/

Website: https://www.vanessaprado.com.br/

Deixe o seu comentário