8/9/2021 –

Segundo especialista em contabilidade, a pandemia traz à tona a necessidade de buscar novas estratégias para empreender e investir com sucesso

A crise inspira inovação. A máxima é chancelada por dados do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), que apontam que os desafios impostos pela pandemia de Covid-19 trouxeram mudanças significativas para o negócio de 27% dos empreendedores no País.

Ainda de acordo com o Sebrae, 11% dos empresários registraram aumento de faturamento em relação a 2019, quando este ficou na casa de 1,6 milhão.

Na esteira do empreendedorismo, o número de investidores também teve projeção no período de pandemia, conforme revelam os dados da B3, bolsa de valores oficial do Brasil. Segundo os indicativos, o número de investidores brasileiros ativos na bolsa subiu 50% em 2021, chegando a 3,77 milhões – uma alta de 50,2% na comparação anual.

Na visão de Wesley Reis da Conceição, especialista em contabilidade, os números não mentem: a pandemia trouxe à tona a necessidade de empreender e investir.

Segundo Conceição, embora a pandemia tenha gerado novos desafios e oportunidades para os empreendedores e investidores, dois pontos permanecem iguais: como investir e como criar um negócio de sucesso.

“Hoje, os empreendedores precisam enfrentar os desafios do chamado ‘novo normal’, que inclui uma crise econômica global. Por outro lado, é possível ver a situação da seguinte forma: a pandemia abriu portas que antes estavam fechadas”, reflete.

Novas estratégias de crescimento pós-pandemia

O especialista destaca que, desde o momento em que o novo coronavírus foi identificado na cidade de Wuhan, na China, em dezembro de 2019, uma enorme crise sanitária passou a assolar, de forma exponencial, a sociedade global.

“Além disso, a pandemia de Covid-19 causou efeitos negativos nas economias dos países. Para limitar a propagação do vírus entre as pessoas, governos de todo o mundo estabeleceram condições e restrições, como medidas de distanciamento social e quarentena, que também acabaram afetando empresas de todos os níveis, e das mais variadas formas”, observa.

Por outro lado, prossegue o especialista, é quase consenso que a pandemia foi um grande acelerador para a transformação digital. Isto evidenciou, ainda, a necessidade “da busca por orientação e novas estratégias de crescimento pós-pandemia”.

“Ao receber a orientação certa, empreendedores e investidores podem ter a certeza de que conseguirão inovar, se adaptar, superar os desafios do mercado e crescer, mesmo em um cenário de pandemia”, conclui

Para mais informações, basta acessar a página de Instagram de Wesley Reis da Conceição: @wesleyreis.1

Website: https://www.instagram.com/wesleyreis.1/?hl=pt-br

Deixe o seu comentário