São Paulo, SP 26/7/2021 – Para serem alcançados os objetivos das empresas é exigido um esforço temporário (com início e fim), no qual poderá produzir um produto

Além de impulsionar a criação de milhares de empregos, as atividades industriais são relevantes para o desenvolvimento do país, a partir de projetos de melhorias da linha de produção e implementação de novas tecnologias

O setor industrial é um dos mais importantes para a manutenção da economia de um país, e o Brasil chega ao maior nível nos últimos meses, com aumento de vendas, produção e fortalecimento da confiança, mostra a pesquisa da Project Management Institute (PMI), instituição internacional que associa profissionais de gestão de projetos. De acordo com a Confederação Nacional da Indústria – CNI, o setor, como um todo, representa 20,4% do PIB do nacional, mas responde por 69,2% das exportações de bens e serviços, por 69,2% do investimento empresarial em pesquisa e desenvolvimento e por 33% dos tributos federais (exceto receitas previdenciárias). E lembra que o gerenciamento de projetos é uma das competências estratégicas mais utilizadas para a produção de resultados.

Com o mundo cada vez mais acelerado, a velocidade com que surgem novos produtos, negócios, marcas e soluções tem aumentado, e com ela a necessidade de processos mais ágeis e eficientes para que as empresas atinjam seus objetivos, principalmente no setor industrial, afirma Jorge Oliveira Lima, Tecnólogo em Mecânica, com MBA em Engenharia de Manutenção e pós-graduação em Lean Manufacturing/Black Belt pela Facens, com 22 anos de experiência na área industrial.

“Para serem alcançados os objetivos das empresas é exigido um esforço temporário (com início e fim), no qual poderá produzir um produto (podendo ser um novo modelo de celular, por exemplo), serviço (uma operadora de celulares lançando um novo plano com ligações e internet ilimitada) ou resultado único (essa mesma operadora de celulares querendo aumentar em 15% o seu lucro). Tudo isso podemos definir como um projeto”, explica Jorge. 

Na maioria dos projetos, segundo o profissional, são necessários bons recursos (financeiros, de mão de obra, entre outros) e um rígido controle de tudo, com data para começar e terminar. E alerta para a importância desse controle, pois o tempo que é gasto em cada etapa poderá influenciar no sucesso de um produto lançado antes mesmo da concorrência, dando a empresa uma vantagem importante. 

A pesquisa realizada pelo Project Management Institute (PMI) aponta que as organizações gastam cerca US$ 109 milhões para cada US$ 1 bilhão investido em projetos, devido ao mau desempenho do empreendimento. As organizações de alto desempenho, aquelas com um gerenciamento de projetos bem definidos, concluem ao menos 80% dos projetos de acordo com o que foi planejado, dentro do prazo e do orçamento.

Conforme Lima, que também é gestor de engenharia industrial e manutenção, com formação técnica em gestão de projetos, mecânica e elétrica, a pandemia da covid-19 acelerou o desenvolvimento tecnológico o qual possibilitou o uso de reuniões virtuais e do trabalho remoto no setor industrial. Com isso, as indústrias puderam ter contribuições, com base no gerenciamento de projetos, de colaboradores em outros estados, cidades e até em outros países. Porém, o gestor industrial diz que no novo cenário de trabalho a distância cresceu a importância de manter uma boa comunicação com os membros das equipes de projetos da empresa, por envolver diferenças culturais e de fuso horário, por exemplo. 

Nas empresas, observa o especialista, o gerenciamento de projetos deve mapear, agir (para mitigar) e monitorar situações que podem comprometer os objetivos do projeto. Controlar recursos, custos, prazos, comunicações e riscos são apenas parte do desafio que as indústrias enfrentam no dia a dia, por isso o gerenciamento tem se tornado um campo de extrema importância nas organizações. “A tendência é que o gerenciamento continue se modernizando com as práticas ágeis para atender à crescente demanda de projetos mais rápidos, de menor custo e com qualidade, para assim exceder às expectativas”, finaliza Jorge Lima, com experiência em gestão de planos de investimentos envolvendo novas plantas, construção de novas fábricas, compliance e fornecedores externos, com auxílio técnico a empresas no estrangeiro em questões de qualidade e estabilidade do processo produtivo e com plantas e processos industriais com conceitos Indústria 4.0 e IoT no ramos do agronegócio, automotivo e aerospace.

Website: https://www.linkedin.com/in/jorgelima-engineering-projects-maintenance-pmp/

Deixe o seu comentário