São Paulo – SP 14/9/2021 – “Todas as empresas que quiserem crescer com estrutura e boa saúde financeira deveriam conhecer e analisar a locação”, diz Renato Vaz, diretor da Marbor.

Aluguel de veículos de carga surge como opção até para serviços de pet shop. Contratos podem atender demandas a partir de apenas um caminhão

A reabertura das atividades, após a vacinação da maioria da população contra a Covid-19, vem reaquecendo a economia e fazendo empresas reforçarem suas estruturas. No segmento de transportes, a locação de caminhões voltou a crescer, desta vez também em pequenos e médios negócios.

A Marbor Frotas Corporativas vem recebendo demandas de clientes de diversos setores, que optam pela locação de caminhões como forma de reduzir seus custos operacionais. Em algumas ocasiões, a necessidade de uma empresa pode ser suprida com apenas um veículo de carga.

Este foi o caso de uma fábrica de macarrão de Suzano, na Grande São Paulo. A empresa* alugou um caminhão Mercedes-Benz, modelo Atego 1719, para transporte de produtos entre a unidade industrial e o Centro de Distribuição.

Outro exemplo de locação de veículos de carga para pequenos negócios é o de uma rede de pet trucks, que utiliza caminhões para levar serviços de cuidados animais até os seus clientes. Recentemente, uma empresa deste segmento alugou com a Marbor um modelo Hyundai HR, que recebeu equipamentos para banho e tosa de cães e gatos.

Forte expansão

Renato Vaz, diretor da Marbor Frotas Corporativas, afirma que a locação de caminhões vive um momento de forte expansão, que deve continuar pelos próximos anos. “Setores mais tradicionais no uso de caminhões, como o de commodities (mineração e agronegócio), já são grandes clientes de locação há muito tempo. E nos últimos meses estamos observando um crescimento de demanda em segmentos como construção e operações logísticas”, diz o executivo.

Segundo ele, a locação de veículos pode ser vantajosa em qualquer tipo de negócio. “Na verdade, todas as empresas que quiserem crescer com estrutura e boa saúde financeira deveriam conhecer e analisar a locação como uma alternativa para sua frota, independentemente do setor em que atuam”, recomenda.

Vaz lembra que a locadora deve estar preparada para oferecer modelos variados de caminhões, de acordo com as necessidades e características de cada operação. “A locação é sempre um projeto que desenvolvemos com os clientes, buscando o equipamento mais adequado”, ressalta.

Porém, antes de terceirizar sua frota de caminhões, o cliente deve levar em conta alguns cuidados. “É fundamental avaliar se a locadora tem capacidade de formular e entregar uma solução para a demanda específica de cada empresa. Além disso, a solidez financeira e referências de mercado são essenciais para uma parceria duradoura”, afirma Renato Vaz.

Grupo Marbor

Sediado em Mogi das Cruzes (SP) e com mais de 30 anos de atividades, o Grupo Marbor atua em três linhas de negócios: imobiliária, de hotelaria e de terceirização de frotas.

No setor imobiliário, a companhia investiu na revitalização de seus pontos comerciais, na Vila Helio, região central de Mogi. Inspirada na arquitetura toscana, a Vila se tornou um novo polo de gastronomia e serviços da cidade.

Na mesma região, o grupo também mantém o Hotel Marbor, inaugurado nos anos 1990 e que passou recentemente por um retrofit dos apartamentos, além de reformulação da gestão.

Hoje, o Grupo Marbor atua nacionalmente, por meio da Marbor Frotas Corporativas, que oferece serviços de terceirização de veículos leves, caminhões e empilhadeiras em todas as regiões do País, atendendo de pequenas empresas a grandes indústrias.

*Por questões contratuais, os nomes dos clientes não podem ser divulgados.

Website: http://www.marborfrotascorporativas.com.br

Deixe o seu comentário