2/8/2021 – É fundamental que nossos colaboradores que atuam em empreendimentos desse tipo sejam treinados para monitorar o gasto pelos condôminos

Crise hídrica encarece energia e chama atenção para uso consciente da água. Condomínios e casas podem fazer sua parte

Desde outubro de 2020, o volume de chuva registrado no país é o menor em 91 anos, fato que gera uma crise hídrica sem precedentes e que se torna um desafio ainda maior em uma estação seca como o inverno e em meio a uma pandemia que traz incertezas sobre diversos setores produtivos. Existe uma questão imediata que precisa ser considerada: a necessidade de economia de água. Um esforço que efetivamente deve ser tão coletivo quanto individual.

Segundo especialistas em energia, o quadro é preocupante, porém, o Ministério de Minas e Energias afasta, por ora, a possibilidade de racionamento. No entanto, governos estaduais e municipais atentam para a necessidade de economizar água no dia a dia.

Ricardo Takeshi, responsável pelo setor de Qualidade e Segurança do Trabalho da RS Serviços, destaca que o uso consciente de água deve ser abordado nas empresas. “Aqui, os colaboradores são constantemente treinados visando à boa gestão desse recurso natural. A empresa também realiza campanhas educativas por meio de endomarketing e indicadores de consumo”.

Dentre os clientes que a RS possui estão os condomínios, que ocupam papel importante no esforço para a boa gestão desse recurso essencial que é a água, já que costumam ser grandes consumidores. “Por isso, é fundamental que nossos colaboradores que atuam em empreendimentos desse tipo sejam treinados para monitorar o gasto pelos condôminos e fazer a gestão sustentável desse bem”, completa.

Como condomínios podem economizar água?
É muito importante incentivar os moradores a economizar água habitualmente e o síndico pode tomar a frente neste processo, estabelecendo planos de metas e até mesmo oferecendo bonificações para as unidades que alcançarem a redução do consumo. Mas há medidas que o próprio condomínio deve adotar e que podem ser realizadas por empresas capacitadas. São elas:
• Inspeções regulares contra vazamentos.
• Orientação e conscientização dos funcionários.
• Utilização de água de reuso para jardins e áreas externas.
• Utilização de capa de proteção sempre que a piscina não estiver em uso.
• Individualização de hidrômetros.
• Campanhas educativas de reaproveitamento de água, entre outras.

Como economizar água?
A inciativa também pode e deve ser individual. Se cada um faz sua parte, todos se beneficiam. Há algumas ações que contribuem para a redução de gasto de água:
• Tomar banhos rápidos.
• Desligar a torneira ao escovar os dentes ou se barbear.
• Ensaboar toda a louça de uma vez.
• Evitar o uso da máquina de lavar roupas com pouca quantidade de peças.
• Reaproveitar a água da máquina de lavar para lavar o quintal ou área de serviço.
• Não lavar a calçada e/ou garagem com mangueira.
• Verificar e consertar vazamentos.
• Não jogar lixo no vaso sanitário.
• Lavar o carro com balde.

Website: https://www.rsterceirizacao.com.br/

Deixe o seu comentário