Campinas, SP 24/8/2021 – “Nosso propósito é disseminar a alimentação saudável e a gestão da política de segurança alimentar na cidade”, afirmou Vandecleya Moro

O projeto Campinas Solidária e Sustentável está criando um fluxo de organização das demandas pertinentes a liberação de áreas, acesso a água, parcerias para a capacitação técnica, e cursos. A ideia é ampliar esses cultivos na área urbana.

A Secretaria Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos de Campinas está qualificando o mapeamento de 45 áreas de cultivo, já organizadas pela sociedade civil, em um novo programa de segurança alimentar. Trata-se do Campinas Solidária e Sustentável.

“Nosso propósito é disseminar a alimentação saudável e a gestão da política de segurança alimentar na cidade, de modo a promover a inclusão produtiva local, com a venda feita diretamente pelo produtor, e que a população local possa adquirir a preços acessíveis”, afirmou Vandecleya Moro, secretária municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos de Campinas.

O projeto Campinas Solidária e Sustentável está criando um fluxo de organização das demandas pertinentes à liberação de áreas, acesso a água, parcerias para a capacitação técnica, e cursos. A ideia é ampliar esses cultivos na área urbana.

Uma das mais antigas hortas comunitárias está localizada no Parque Itajaí 4. Data de 2003. Trata-se de um caso único de assentamento situado em área urbana e periurbana. É formado por um grupo de 15 famílias, integrantes da Associação de Produtores de Agricultura Urbana e Periurbana de Campinas e Região (Cio da Terra), formalmente instituída com a cessão de uso de área pública de 1,4 hectare pela Prefeitura, na vigência do Programa Municipal de Hortas Comunitárias. 

A horta urbana no Parque Itajaí 4 tem área de produção de 1 hectare, a qual é dividida em áreas para canteiros de 250 a 500 metros quadrados por família, produzindo para consumo próprio e venda de excedentes. Os produtores cultivam hortaliças, frutas e plantas aromáticas, além de ações de recuperação das áreas de preservação permanente do local.

Website: https://www.campinas.sp.gov.br/governo/assistencia-social-seguranca-alimentar/

Deixe o seu comentário