Maringá, PR 8/11/2021 –

Com o 5G chegando no Brasil, diversas mudanças deverão acontecer em praticamente todos os setores do mercado nos próximos anos

O 5G, quinta geração de internet móvel, está chegando ao Brasil prometendo um grande salto tecnológico através de potência e velocidade maiores do que o 4G. Essa nova rede vem sendo desenvolvida para comportar um maior volume de informações e permitir que mais dispositivos estejam conectados ao mesmo tempo em um determinado local. Possibilita também o acesso a equipamentos e utilidades domésticas, ampliando e popularizando a chamada Internet das Coisas (IoT).

A diferença principal entre o 5G e o 4G é a velocidade na transferência de dados (latência). As redes 4G entregam uma velocidade média de conexão de 33 Mbps. Com o 5G, a expectativa é de que essa velocidade possa ser até 100 vezes maior, podendo alcançar até 10 Gbps.

De acordo com o CEO da Nokia, a estimativa é que essa nova tecnologia cause um impacto de US$ 1,2 trilhão no PIB brasileiro até 2030, representando uma grande revolução no mundo dos negócios. Os benefícios das redes 5G incluem a comunicação entre veículos autônomos, possibilidade de realizar cirurgias remotas, maior qualidade nas videoconferências, controle remoto de maquinário industrial, conectividade no campo e desenvolvimento de cidades inteligentes, trazendo altos impactos em praticamente todos os setores do mercado.

Segundo os especialistas que participaram de um painel sobre o assunto no CIAB FEBRABAN 2021, o 5G vai oferecer experiências melhores aos consumidores por meio da realidade aumentada e virtual, reconhecimento facial e de voz, robôs inteligentes, entre outros. Devido a todos esses benefícios, a nova tecnologia é muito aguardada por executivos. Uma pesquisa realizada pela Forbes apontou que mais de 80% dos executivos acreditam nos resultados positivos do 5G em várias áreas de negócios, como atendimento ao consumidor, qualidade de produto e produtividade de trabalho.

Haverá também uma aceleração ainda maior na revolução digital. De acordo com um estudo realizado pela ABI Research, a tecnologia 5G poderá reduzir o tempo de produção de novas tecnologias 10 vezes mais do que as conexões 4G. A conectividade 5G é vista por especialistas como um componente crítico na adoção em massa de soluções de Inteligência Artificial.

No setor de comunicação e marketing, o 5G causará impacto na análise de dados de clientes a partir de uma infraestrutura de banda larga mais resiliente, que permitirá o amadurecimento do Big Data. Douglas Cardoso, sócio-fundador da Digimax AdTech, explica que será possível ter acesso a uma base de dados maior e, assim, gerar insights importantes. “A tecnologia 5G aumentará a quantidade de dados trocados digitalmente. Com isso, empresas e criadores de conteúdo terão acesso a uma quantidade maior de informações sobre o público, podendo anunciar de forma mais assertiva”, diz o especialista. 

Outro dado importante é que a implementação do 5G no Brasil deve ampliar a conectividade no país. De acordo com o ministro das Comunicações, Fábio Faria, atualmente existem 45 milhões de brasileiros sem internet e, com a nova rede, esse número deve diminuir. Cardoso explica que, com isso, os anunciantes terão um alcance maior de audiência. “Com o 5G, mais pessoas passarão a ter acesso à internet, aumentando o número de consumidores disponíveis no mercado on-line”, diz Douglas.

O especialista explica também que o 5G possibilita novas formas de inserção de conteúdo para os usuários da internet. “Vídeos contendo realidade aumentada, live streaming e games serão cada vez mais comuns. A tendência é que os conteúdos sejam cada vez mais interativos, além de haver um maior dinamismo na prestação de serviços. Para empresas de tecnologia como a nossa, a velocidade maior nas plataformas e o aprimoramento de soluções de Inteligência Artificial são fatores dos quais poderemos tirar bastante proveito. Para nós é fundamental dominar esse sistema e os impactos futuros, até para sabermos como vamos nos adaptar”, finaliza Cardoso.

Website: https://www.digimaxbrasil.com.br/

Deixe o seu comentário