Rio de Janeiro 21/7/2021 –

Após se divorciar aos 50 anos, Zeca Werneck decidiu buscar respostas para suas dúvidas sobre o papel do ser humano aqui na Terra. Foi então para Alto Paraíso, uma pequena cidade mística no interior de Goiás e lá encontrou seu guru espiritual. Com ele aprendeu a usar seus problemas psicológicos para se curar do alcoolismo e para a sua própria evolução.

O alcoolismo é considerado doença crônica pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que se caracteriza pelo consumo descontrolado de álcool, condicionado pela dependência. Segundo o Hospital Israelita A. Einstein são mais de 2 milhões de casos por ano no Brasil. Empresário da noite carioca, o autor Zeca Werneck, entrou para essa estatística e desenvolveu um alcoolismo funcional. Passou também por profundas crises de ansiedade e teve síndrome do pânico. Comprovou então que sucesso não é sinônimo de felicidade e que mesmo estando no auge, ainda é possível se sentir infeliz e angustiado.

Após se divorciar aos 50 anos, Zeca decidiu buscar respostas para suas dúvidas sobre o papel do ser humano na Terra. Foi então para Alto Paraíso, uma pequena cidade mística no interior de Goiás e lá encontrou seu guru espiritual. Com ele aprendeu a usar seus problemas psicológicos para se curar do alcoolismo e para a sua própria evolução.

O título do livro pode levar o leitor a crer que o autor da obra abordaria a teoria da evolução, mas na verdade ele vai mostrar, por meio de sua própria história, que independentemente de sua descendência, o mais importante é como direcionar a vida. Ele coloca que, de uma maneira geral, o ser humano repete o comportamento de seus pais, que também repetiram os dos pais deles e assim por diante. Assim como os macacos, que vivem imitando os comportamentos dos outros, sem muitos questionamentos. Com isso a trajetória se resume a atingir as metas físicas impostas pela sociedade, que supostamente trariam a felicidade. Segundo o autor, nem sempre isso pode dar muito certo.

O autor: Zeca Werneck é empresário e mentor de autoconhecimento. No setor de entretenimento noturno, foi sócio-fundador de vários empreendimentos no Rio de Janeiro, tais como a boate Baronneti, Bar da Praia, Redondo Lounge, Armazém Devassa, Associados e também dos restaurantes Madalenna, Bentô e Pato com Laranja. No decorrer dos anos se aprimorou também na busca por espiritualidade e autoconhecimento. Após 20 anos de prática frequente, aliada ao estudo profundo, transformou sua vida. Hoje compreende que todos somos cientistas espirituais aptos a colaborar em nossa própria evolução e, assim, cooperar no aprimoramento de toda a raça humana. No início de 2021, fundou a Escola Arjuna de Autoconhecimento onde se dedica a estimular cada vez mais pessoas e despertar para uma nova maneira de viver.

Além do livro o autor criou um site com imagens dos diversos períodos da sua vida, divididas pelos capítulos. Uma inciativa inédita que proporciona ao leitor uma maior interação com a vida do autor durante a sua leitura.

Website: https://www.autografia.com.br/produto/eu-nao-vim-do-macaco/

Deixe o seu comentário