São Paulo – SP 12/8/2021 – Cada condomínio tem suas particularidades e as medidas restritivas às áreas comuns também podem variar.

Com a pandemia, a necessidade das medidas de isolamento social mudam constantemente e diante disso, síndicos e administradoras de condomínios buscam soluções para organizar a rotina dos moradores.

A pandemia do novo Coronavírus afetou a rotina de todos e trouxe a necessidade de implementar medidas restritivas, inclusive em condomínios. De acordo com uma pesquisa divulgada em junho pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), as medidas de isolamento social ainda são adotadas por 76,8% das cidades brasileiras.

Como estas medidas restritivas variam em cada estado e cidade, os síndicos precisam estar atentos às recomendações de autoridades de saúde, que são repassadas pela prefeitura de cada local.

Censo mostra que moradores se queixam das restrições nas áreas comuns dos condomínios 

O Portal SíndicoNet realiza anualmente uma pesquisa para compreender as principais tendências do mercado de gestão condominial e em 2021 o Censo foi realizado com mais de 5 mil pessoas em todo o país. 

De acordo com essa pesquisa, a segunda maior queixa dos condôminos foi em relação às áreas de lazer. Cerca 42% dos participantes do censo comentaram sobre suas queixas com as restrições a áreas de lazer, como academia, piscinas, playgrounds, churrasqueiras e salões de festas.

Sistemas de gestão condominial ganham destaque na pandemia

O Censo do SíndicoNet também mostrou como anda a adesão tecnológica nos condomínios e, segundo a pesquisa, mais de 80% dos moradores entrevistados estão acostumados a utilizar aplicativos para condomínio. Diante desse cenário de pandemia, sistemas de gestão condominial se destacam ao trazerem soluções para organizar o cotidiano de condomínios, pois ainda de acordo com esta pesquisa, 34% dos gestores afirmaram utilizar algum aplicativo para condomínio com o objetivo de registrar ocorrências e enviar comunicados, além de enviar enquetes aos moradores e organizar reservas de áreas comuns do condomínio.

Tecnologia se torna aliada dos condomínios no controle das áreas de lazer 

Por conta da pandemia, surgiu a necessidade de controlar as áreas de lazer com o objetivo de aumentar a segurança dos moradores e colaboradores dos condomínios. Cada condomínio tem suas particularidades, que variam conforme sua convenção e regimento interno, portanto as medidas restritivas às áreas comuns também variam de acordo com o tamanho do condomínio, número de pessoas e tipos de área de lazer. 

A advogada Moira de Toledo é diretora executiva da vice-presidência de Administração Imobiliária e Condomínios do Secovi-SP, e afirma que: “Tendo em vista a necessidade de barrar o contágio da Covid-19, a nossa recomendação é que sejam implantadas medidas que atendam os protocolos sanitários e de segurança com a limitação de circulação das pessoas para evitar aglomerações e respeitar o distanciamento social nos condomínios”.

Para resolver essa questão, condomínios buscam alternativas seguras para a reabertura das áreas de lazer e foi a partir de então que uma startup de aplicativo para condomínios viu a oportunidade de implantar uma nova funcionalidade para ajudar neste momento. Ivan Benkendorf é um dos Co-founders e relatou que: “Durante a pandemia tivemos vários decretos que obrigavam os condomínios a seguir determinadas regras como, por exemplo, o número máximo de pessoas utilizando o mesmo espaço comum no mesmo horário e devido a estas novas necessidades, realizamos o mapeamento de todas elas e aplicamos no sistema”.

A nova função do aplicativo permite que condomínios se organizem diante de momentos de lockdown, podendo bloquear reservas das áreas comuns e em momentos de relaxamento de medidas restritivas, os síndicos podem estabelecer horários por dia, além de sugerir horários estabelecendo um de início e outro de fim para a utilização das áreas comuns, assim como a duração máxima de cada reserva. No caso de academias, é possível configurar o intervalo entre cada reserva, caso seja necessário. A função também permite configurar reservas que podem existir no mesmo horário, definindo uma quantidade máxima de pessoas que podem utilizar a área comum ao mesmo tempo.

Essas funções têm contribuído para ajudar na organização de diversos condomínios. Somente no ano de 2020, a uCondo cresceu 270% e atualmente faz parte da rotina de milhares de condomínios do Brasil, atendendo mais de 150 mil moradores.

Mais informações: https://www.ucondo.com.br/

Website: https://www.ucondo.com.br/

Deixe o seu comentário