Uberlândia MG 20/7/2021 – De acordo com a ABECS, no primeiro trimestre de 2021 o setor de cartões se fortaleceu e foi um destaque na atração de investimentos e oportunidades.

Cada vez mais os consumidores optam pelo pagamento recorrente quando se trata de assinaturas de canais de streaming, compras com pagamentos em longo prazo, contratações de serviços de educação ou outros modelos de negócios que cobram por meio de planos de assinatura.

Vinculada ao sistema de cartões de crédito ou débito, o mercado vem aderindo cada vez mais à modalidade. Por que isso acontece? Receita recorrente é uma modalidade de cobrança que não pode ser descartada nos tempos atuais. De acordo com o relatório Balanço do Setor de Meios Eletrônicos de Pagamento da ABECS (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços), no primeiro trimestre de 2021 o setor de cartões se fortaleceu e foi um destaque na atração de investimentos e oportunidades.

Mesmo em um cenário atípico trazido pela pandemia em 2020, esse é um resultado favorável aos negócios, em especial pelos níveis de inadimplência do cartão de crédito, que atingiram o menor patamar da história. Mas o que isso significa para o empresário? A resposta passa pela compreensão do que é e como funciona a cobrança recorrente .

Que vantagens a receita recorrente traz para os negócios?

A receita recorrente acontece por meio do pagamento recorrente, ou seja, quando o cliente ou comprador concorda em pagar por meio de descontos mensais em seu cartão de crédito até que as prestações sejam finalizadas.

Essa modalidade traz uma série de vantagens para ambas as partes. Para o cliente, não se esquecer do pagamento e se livrar da suspensão de um serviço é um conforto. Da mesma forma, a data em que o pagamento recorrente vence, sempre coincidirá com as demais despesas do cliente: a data do pagamento do cartão de crédito.

Mas para o empreendedor , além da previsibilidade da receita, as vantagens da recorrência são claramente evidenciadas na gestão financeira do negócio.

De que forma a gestão empresarial é beneficiada pela receita recorrente?

Os benefícios da receita recorrente para a gestão do negócio são de brilhar os olhos dos administradores. Em primeiro lugar, é possível elencar a redução da inadimplência que, associada ao comportamento identificado pelo relatório da ABECS, por si só é um grande atrativo desse modelo de cobrança.

Além da segurança para o fornecedor, essa modelagem de processo permite:

– A automação e organização dos processos de cobrança, aumentando a produtividade e a efetividade do setor financeiro;

– Incentivar a fidelização e a retenção de clientes , reduzindo o custo de gestão da carteira;

– Melhorar a previsão de receitas no fluxo de caixa , permitindo a melhor alocação de recursos;

– Aumentar a lucratividade.

Tudo isso sem falar na redução das incertezas, que muitas vezes inviabilizam estratégias, investimentos e inovações.

A gestão por indicadores

As empresas que fazem gestão por indicadores também têm outros benefícios, pois a organização do modelo permite maior integridade e rapidez na apuração de índices como o custo de captação e aquisição por cliente, a taxa de cancelamento, o tempo de permanência do cliente, a receita recorrente mensal, o tíquete médio, entre outros.

Não é difícil concluir, portanto, que os benefícios da previsibilidade financeira da receita recorrente trazem reflexos desde a segurança estratégica até a economia da mão de obra. O que nos traz a seguinte reflexão: como saber quais produtos ou serviços podem gerar receita recorrente para cada negócio.

Website: https://www.upgestao.com.br/principal

Deixe o seu comentário