24/6/2021 –

Em tempos de aumento da SELIC, o mercado financeiro passa por um momento de dúvidas sobre o futuro dos investimentos.

Nos últimos anos devido a uma taxa Selic baixa, o mercado de ações vinha atraindo muitos investimentos diante ao baixo rendimento da Renda Fixa e dos títulos do Tesouro. Depois de ter chegado a 2% em 2020, para reprimir a alta na inflação, o Copom já havia aumentado a Taxa Selic de 2,75% para 3,5% ao ano, na reunião do dia 5 de maio. Mas o plano do governo é aumentar ainda mais a taxa básica de juros no Brasil. Segundo o Boletim Focus divulgado pelo Banco Central em 31 de maio, a expectativa para a Selic, no fim de 2021, aumentou de 5,25% para 5,50% ao ano. Com isso, a atenção dos investidores se volta para a Renda Fixa e outros investimentos mais seguros que voltam a ter melhores rendimentos.

A fim de continuar atraindo mais clientes, muitas corretoras e plataformas de investimentos têm apostado em promoções sazonais e em comissões reduzidas ou zeradas nas negociações. Algumas corretoras, porém, vão além, e disponibilizam ações gratuitas para os investidores – logicamente, segundo alguns critérios previamente estabelecidos.

Saber negociar ações (ou qualquer outro instrumento financeiro) é essencial para a construção de uma carteira de investimentos sólida e duradoura, com mais lucros e menos perdas. Entretanto, as negociações de ações gratuitas podem ser ainda mais interessantes para quem ainda não possui tanto capital para investir. Ao recebê-las gratuitamente, não há nada a perder, e muito a ganhar.

Os critérios para o recebimento de ações gratuitas variam de plataforma para plataforma. Vale a pena, portanto, verificar o que é preciso ser feito para que se possa ter direito a esse tipo de ações.

Critérios para o recebimento de ações gratuitas

Existem várias maneiras de receber ações gratuitas. Uma das mais utilizadas é, após a abrir uma conta em uma corretora ou plataforma de investimentos, realizar um depósito mínimo. Assim, o investidor receberá uma ação aleatória.

Outra forma bastante conhecida é por meio de recomendação. Ou seja, se um investidor recomendar uma determinada plataforma para outra pessoa e essa pessoa abrir uma conta, ambas ganharão uma ação.

Alguns aplicativos funcionam com base no recurso de cashback. Ou seja, de acordo com as compras feitas, o usuário ganha frações de ações, como se fossem recompensas.

Algumas plataformas de investimentos, porém, não requerem um depósito mínimo para que o investidor receba ações gratuitas. Assim, basta criar uma conta e depositar qualquer quantia. Após alguns dias, uma ação gratuita estará disponível para o investidor.

Negociações de ações sem comissões

A existência de plataformas que oferecem ações gratuitas – sempre que alguns critérios forem seguidos – é uma porta aberta para muitos investidores, especialmente aqueles que não dispõem de tanto capital para começar a investir, e para aqueles sem experiência com investimentos.

Atualmente, muitas corretoras e plataformas virtuais de investimentos permitem que os investidores negociem ações e outros ativos financeiros com comissões zeradas. Entre as mais confiáveis do mercado, estão aquelas que contêm um amplo leque de instrumentos financeiros disponíveis, como ações, pares de moedas e CFDs.

Dessa forma, ao abrir uma conta em uma corretora, é recomendável que os investidores analisem as condições de negociações, como spreads, taxas de manutenção e comissões. Uma boa plataforma de investimentos deve disponibilizar recursos educativos que auxiliem os investidores, especialmente os iniciantes, a negociar ações e outros ativos financeiros.

Investir ou não investir?

Iniciar uma carteira de investimentos com ações gratuitas é uma oportunidade que encoraja muitas pessoas a investirem no mercado financeiro. Essa “cultura”, porém, ainda não é habitualmente promovida no Brasil. É possível, entretanto, que o progressivo aumento do número de investidores no país (dados da B3 indicam um aumento de quase 100% no número de investidores entre 2019 e 2020, chegando a 3,17 milhões de contas cadastradas na bolsa) incentive uma adoção mais frequente da concessão gratuita de ações.

Por outro lado, cabe aos investidores verificar todas as condições de abertura de conta e negociações disponibilizadas pelas corretoras e outras plataformas de investimentos. As formas descritas sobre como ter ações gratuitas são legítimas, mas sempre vale a pena uma consulta prévia sobre o funcionamento da plataforma de investimentos que oferece, mediante alguns critérios, ações gratuitas.

De todas as formas, o investimento no mercado financeiro com a finalidade de construção de um patrimônio duradouro requer disciplina e constância. Em outras palavras, uma carteira montada com esse objetivo não poderá depender, exclusivamente, da posse de ações adquiridas de maneira gratuita. Investir é, acima de tudo, uma questão de fazer aportes regulares, todos os meses, em ativos financeiros que ofereçam segurança e, na medida do possível, boa rentabilidade. Estudar e estar a par da atualidade do mercado financeiro sempre serão excelentes formas de investimento, além de serem, de maneira geral, atividades gratuitas.

Website: http://www.emarket.ppg.br

Deixe o seu comentário