17/6/2021 –

São diversos os estímulos que fazem com que os brasileiros busquem oportunidade no exterior. Há 21 anos vivendo fora do Brasil, Cristina Miranda Christensen conta como obteve sucesso na carreira de cabeleireira

Os brasileiros possuem uma veia empreendedora. Estima-se que, ao decorrer do ano de 2020, 25% da população adulta tenha obtido renda a partir de seu próprio negócio, de acordo com pesquisa disponibilizada pelo GEM, Global Entrepreneurship Monitor 2020, em conjunto com o Sebrae, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, e IBQP, Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade.

Inclusive, brasileiros levam consigo a vontade de ser o próprio chefe mesmo quando deixam o país: de acordo com dados disponibilizados pelo Ministério das Relações Exteriores, já existem mais de 20 mil pequenos e microempreendedores que fazem investimentos para novos negócios em outros países. 

Ainda citando a fonte anterior, pode-se concluir que 2,5 milhões de brasileiros decidiram morar em outro país. Entre os destinos mais escolhidos estão os Estados Unidos e países da Europa – mas essas não são as únicas opções. 6.500 brasileiros optaram por viver em Oslo, cidade da região sudeste da Noruega, de acordo com o Itamaraty.

Criando o próprio negócio

Os motivos que levam um brasileiro a mudar para o exterior são diversos. Cristina Miranda Christensen deixou o Brasil em 2000, morou nos Estados Unidos por 10 anos e em 2010 se mudou para Oslo, capital da Noruega. Na época, ela tinha 40 anos e para se manter financeiramente, conseguiu um emprego como ajudante em um salão de beleza com segmento de cabelo, e após 10 meses resolveu estudar e se profissionalizar na profissão. Com a ajuda de um empréstimo estudantil, abriu seu próprio salão em 2013.

Atualmente, Cristina acumula experiência na profissão de cabeleireira desde 2013. Na trajetória, realizou cursos para aprimorar o conhecimento no segmento de cabelo, assim como investiu em diferenciais competitivos. “Meu salão busca oferecer o conceito de exclusividade. Os clientes são atendidos pontualmente e de forma privativa. Também gosto de ter um tempo extra para uma consulta: esse bate-papo me ajuda a entender exatamente o que o cliente deseja”, explica. 

Em novembro de 2020 Cristina Miranda Christensen recebeu a “Premiação Melhor Cabeleireira Brasileira na Europa”, o que gerou novas oportunidades, como o convite para ser colunista e colaboradora na Revista High Profile e convite pela BandNews para Entrevista no Programa Empresários de Sucesso TV, televisionado no canal de notícias. Recentemente, Cristina lançou uma coleção de óculos unissex, voltada para o estilo retrô.

Para saber mais sobre a rotina da cabelereira, basta acessar: https://www.instagram.com/c2crischristensen

Website: https://www.instagram.com/c2crischristensen

Deixe o seu comentário