Foz do Iguaçu, Paraná 24/6/2021 – É notável que o setor está prestes a retornar definitivamente. Por isso, é necessário se atualizar e inovar diante do ‘novo turista’ que as cidades receberão.

Empresários buscam se adequar à nova realidade para fornecer praticidade e segurança aos novos turistas.

Um estudo realizado entre a Paraná Turismo e o Conselho Paranaense de Turismo (Cepatur) mostrou que os empresários acreditam na retomada das atividades do setor de turismo somente após a vacinação. Porém, com o calendário de vacina adiantado, tudo indica que até o final do 2º semestre de 2021 o setor já tenha uma retomada plena. 

Em conjunto com o estudo, a Paraná Turismo divulgou também os resultados da Sondagem dos Impactos da Covid-19, realizada em setembro de 2020. A pesquisa apontou que somente 32% das empresas de turismo conseguiram manter as suas atividades mesmo após o decreto de pandemia feito pela Organização Mundial da Saúde no início do ano.

Inovação digital e retomada do setor

Com um cenário mais otimista, os brasileiros se mostraram mais confortáveis e interessados em viajar. Uma pesquisa realizada pelo site de reservas Booking.com, e divulgada no Valor Investe, apontou que 76% dos brasileiros sonham em viajar ainda em 2021. 

Márcio Nunes, Secretário de Turismo do Paraná falou sobre a expectativa para o retorno do turismo no estado: “acreditamos que em breve o turismo voltará a fomentar a economia de todo o Paraná. Estaremos juntos no Festival das Cataratas, um dos eventos mais importantes do setor”, disse.

Tendo isso em vista, o empresário Icara Cardoso lançou a plataforma Sou Guia para auxiliar turistas a organizarem e personalizarem seus roteiros de viagens. “É notável que o setor está prestes a retornar definitivamente. Por isso, é necessário se atualizar e inovar diante do ‘novo turista’ que as cidades receberão”, afirma Icara.

O setor do turismo, um dos mais afetados pela crise sanitária e econômica, pode contar agora com inovações digitais para contribuir com a retomada. Ferramentas que trabalham orientadas ao consumidor, visando melhorar a experiência, são importantes para fomentar e divulgar guias de turismo, assim como empresas que oferecem serviços voltados ao turismo.

No início da pandemia decorrente do novo coronavírus, 68% dos guias de turismo tiveram suas atividades interrompidas, conforme aponta o levantamento realizado pela Paraná Turismo. Segundo Icara, a criação do aplicativo, que estará disponível no mês de agosto, foi uma forma de melhorar a experiência do turista, trazendo praticidade, segurança e contribuindo para o fomento da economia local. “Além de contribuir para a viagem do novo turista, visamos também gerar emprego e renda para os profissionais que atuam no setor, principalmente o guia”, complementa.

A Sou Guia surgiu há três anos com uma aplicação similar apresentada a convite do Massachusetts Institute of Technology (MIT) onde tratava-se de um guia virtual e que foi alterado para acolher a necessidade dos guias atuais devido à pandemia.

Para mais informações: https://www.souguia.com.br/

Website: https://www.souguia.com.br

Deixe o seu comentário