São Paulo 9/7/2021 – A necessidade de buscar novas tecnologias e novas formas de atender aos clientes nunca esteve tão em potencial como na atualidade.

A necessidade de buscar novas tecnologias e novas formas de atender aos clientes nunca esteve tão em potencial como na atualidade.

A necessidade de buscar novas tecnologias e novas formas de atender aos clientes nunca esteve tão em potencial como na atualidade. E ao se falar em inovação, percebe-se que a área de auditoria, entendida no mercado como auditoria independente, auditoria externa, auditoria contábil, auditoria financeira e outras denominações equivalentes, também foi bastante impactada nos últimos anos, trazendo mais eficiência e agilidade nos trabalhos e elaboração de relatórios.

Segundo o site da TIINSIDE, no estudo “A Inteligência Artificial na era da COVID-19: Otimizando o papel da IA na geração de empregos e crescimento econômico no Brasil”, encomendado pela Microsoft à FrontierView, foram levantados os impactos causados pela adoção massiva de Inteligência Artificial no Brasil. As empresas de auditoria vêm notando esse desenvolvimento se acelerar à medida que começam a serem criados produtos para linhas de serviço específicas. Os auditores também já estão usando a Inteligência Artificial para revisar os riscos em Due Diligence, por exemplo, e as ferramentas de Inteligência Artificial são usadas para identificar cláusulas problemáticas e podem até mesmo serem implantadas no futuro para avaliar empresas com probabilidade de falhas, com base em tendências históricas.

As tecnologias emergentes que estão transformando a auditoria oferecem várias possibilidades e recursos, permitindo que sejam analisados conjunto de dados cada vez maiores e com mais precisão. Esta evolução implica que, embora a independência, objetividade e ceticismo profissional sejam sempre a pedra angular do trabalho dos auditores, as tecnologias tendem a melhorar a comunicação e colaboração com as empresas auditadas e é muito provável que o relacionamento com os clientes se torne cada vez mais interativo e contínuo, à medida que o fluxo de dados entre a empresa e a auditoria se torne mais constante.

As novas ferramentas tecnológicas estão mudando a forma como os departamentos de auditoria realizam o seu trabalho, através da implementação de ferramentas digitais inovadoras que permitem o desenvolvimento de novas competências e recrutando colaboradores multidisciplinares para gerir de forma mais eficaz os riscos estratégicos. Outro aspecto do estudo da FrontierView foi a análise da geração de empregos, já que o estudo prevê que as horas que os brasileiros trabalharão em 2030, com base nas projeções pré-COVID-19, serão automatizadas em 46% delas. Porém esse impacto não necessariamente significa diminuição de emprego, já que essas horas podem ser aproveitadas para tarefas estratégicas e de utilização intelectual. Segundo os números da pesquisa, no cenário de benefício máximo, a demanda por profissionais altamente qualificados aumentaria significativamente, passando de 34% do total de empregos para 54% até 2030. 

Sem deixar de lado as capacidades tradicionais da atuação, os profissionais da área estão se tornando mais preparados para realizarem atividades analíticas e identificarem tendências. À medida que as empresas adotam novos modelos de negócios e integram novas plataformas digitais, os auditores vêm empregando em paralelo novas abordagens, com o objetivo de identificar e avaliar os riscos e controles ocorridos em decorrência dessas alterações. Segundo o Jornal Contábil, “todas as pessoas que estão estudando ou já se formaram em Contabilidade sabem que o processo de treinamento e aperfeiçoamento profissional é constante. E, é claro que, para se destacar como um profissional atualizado e dinâmico, é fundamental conhecer as últimas tendências da profissão, que está ligada diretamente à saúde das empresas”. Cada vez mais o profissional de auditoria deixa de ser somente um agente especializado em questões burocráticas e torna-se um profissional capaz de sugerir estratégias em relação ao negócio das empresas.

De acordo com Aderbal Hoppe, CEO da TATICCA – ALLINIAL GLOBAL, todas essas inovações na área dependem de vários fatores, desde mudanças na estrutura da empresa, metodologia, investimento em tecnologia e capacitação de profissionais. “A TATICCA já opera na auditoria digital usando uma plataforma global, além de utilizar outras ferramentas inovadoras como robôs, que buscam eliminar atividades repetitivas. Também busca capacitar sua equipe de auditores, além de recrutar profissionais multidisciplinares”, comenta.

Impulsionada por novas tecnologias e mudanças regulatórias, a transformação dos negócios alcançou um patamar singular de complexidade, trazendo aos líderes novas expectativas e a busca pelas empresas de uma experiência em auditoria que acompanhe as mudanças. “Os avanços tecnológicos estão mudando rapidamente não apenas a maneira como as empresas fazem seus negócios, mas também a maneira como a função dos auditores desenvolve novas competências e opera de forma mais eficiente”, afirma Aderbal Hoppe, CEO da TATICCA – ALLINIAL GLOBAL.

À medida que as empresas adotam novos modelos de negócios e integram novas plataformas digitais, os auditores precisam empregar novas abordagens para avaliar os riscos e controles introduzidos por essas mudanças. De acordo com os 122 executivos de multinacionais do Brasil, ouvidos pela pesquisa publicada pela consultoria Cushman & Wakefield, 73,8% afirmam que pretendem instituir o home office como prática definitiva no país. Antes do isolamento social pela pandemia, 42,6% nunca tinham adotado a prática e 23,8% estavam analisando o modelo de trabalho. Atualmente, a auditoria conta com novas formas de realizar os trabalhos, agregando valor para os negócios das empresas que a contratam e entendendo seu contexto de trabalho junto aos clientes e órgãos reguladores.A transformação dos negócios impulsiona a auditoria a pensar em diferentes cenários, entender as novas demandas dos órgãos reguladores e de classe e investir também no aspecto humano através da formação de profissionais. Inovação não significa somente tecnologia, mas a maneira de pensar no negócio como um todo.

Website: https://taticca.com.br/pt-br/servicos/auditoria-interna-e-externa

Deixe o seu comentário