São Paulo- SP 19/7/2021 –

Friedman cria conteúdo para varejistas inspirado no conceito de Sociedade 5.0

Os avanços científicos e tecnológicos, impulsionados pelo conceito de Sociedade 5.0, exigem a criação de novas estratégias mercadológicas nas grandes corporações. Afinal, o perfil do consumidor atual, mais integrado às novas tecnologias, exige a busca incessante por um relacionamento cada vez maior entre as corporações e os seus públicos.

Um estudo recente realizado pela consultoria McKinsey – “O ponto crítico do digital” – com a participação de 850 executivos de empresas, aponta que o engajamento digital de consumidores aparece como líder nas estratégias de negócios das empresas consultadas.

Embora seja algo difícil de mensurar, a satisfação e experiências dos consumidores com as marcas, seus produtos e serviços, está diretamente ligada à rentabilidade de um negócio. Principalmente, se a empresa estiver antenada ao conceito da Sociedade 5.0.

Para Luiz Guilherme Baldacci, sócio-diretor da Friedman – empresa que pertence à Gouvêa Ecosystem e oferece soluções para o desenvolvimento de pessoas e operações de varejo – as marcas e suas personas são representadas pelas pessoas físicas e continuarão sendo, mesmo no cenário 5.0. O grande desafio, no entanto é manter esse relacionamento mesmo a quilômetros de distância.

“O segredo está em conseguir estabelecer uma conexão emocional com os seus clientes através dos canais digitais. Esse é o caminho para cultivar a aproximação entre as marcas e consumidores e condição essencial para estar em campo no universo do consumo 5.0”, diz Guilherme.

Formação 5.0

O conceito de Sociedade 5.0 surge como uma proposta de modelo de organização social em que tecnologias como Big Data, Inteligência Artificial e Internet das Coisas (IoT) são usadas para criar soluções com foco nas necessidades e relações humanas.

Nesse contexto, são integradas soluções tecnológicas nas áreas como saúde, indústria, varejo, transporte e segurança pública, com o intuito de oferecer serviços mais eficientes aos seus usuários.

Baldacci entende que o momento seja propício para buscar uma formação mais assertiva para os profissionais do mercado de varejo e consumo, porque a transformação digital nas empresas aconteceu de maneira acelerada quando a pandemia chegou. Ao mesmo tempo que o desenvolvimento dos profissionais de atendimento ao cliente não teve a mesma dimensão de foco.

Ao ter a sensibilidade de perceber o momento, a empresa criou um programa que visa uma imersão nos conceitos e práticas da Sociedade 5.0. A Formação Friedman 5.0 é dividida em três níveis: empreendedores, gestores e profissionais de vendas e atendimento. A ementa apresenta os conceitos da Sociedade 5.0 nas diferentes áreas de atuação, bem como auxilia a definição de novas estratégias de transformação para os negócios.

“É preciso fazer uma transformação ágil e profunda no modelo mental das pessoas para que os investimentos em tecnologia, realizados na transformação digital, tenham a eficácia proposta na relação com os consumidores. Isso só acontecerá com a incorporação de novas competências técnicas e comportamentais, que antes não eram exigidas dos profissionais”, explica Baldacci.

Novas tecnologias e interatividade

Ao longo da formação, os participantes aprendem, de forma prática e interativa, a implementar soluções e criar uma revolução positiva junto às corporações e times em áreas de grande relevância. A ementa aborda assuntos bem atuais como social selling, novas tecnologias e meios de pagamento para uma operação inteligente e atendimento e vendas em canais digitais, por exemplo.

“Temos o objetivo de, rapidamente, qualificar profissionais da cadeia de atendimento ao cliente para que a retomada da economia seja fortalecida. A precisa qualificação profissional no setor de varejo e consumo será determinante para que consigamos elevar a produtividade e o consumo”, prevê Baldacci.

Mais informações sobre a Formação Friedman 5.0 podem ser encontradas no link ao final do texto.

Friedman

Única empresa no Brasil autorizada a utilizar a metodologia do TFG – The Friedman Group®. Oferece mentorias, treinamentos, ferramentas, modelos de gestão e soluções voltadas para o desenvolvimento de pessoas e operações de varejo em todos os níveis hierárquicos de profissionais que atuam em pontos de vendas.

Gouvêa Ecosystem

A Gouvêa Ecosystem é composta por 17 empresas dedicadas a apoiar e promover a evolução dos negócios em 4 verticais: Consultoria, Serviço, Solução e Relacionamento. Membro do Ebeltoft Group – consórcio global com 18 empresas de consultoria especializadas em varejo e consumo em 22 países.

Link

Mais informações para a imprensa
Fábio Rego Barros (Assessor de Imprensa)
(21) 99968-2771
fabio.barros@gsmd.com.br

Website: http://www.gouveaecosystem.com

Deixe o seu comentário