São Paulo – SP 4/5/2021 –

Estudos apontam maior tempo de vida do novo Coronavírus em determinadas superfícies. Pensando nisso, a Secretaria da Saúde criou um manual para limpeza de brinquedos

Há pouco mais de um ano a COVID-19 chegou ao Brasil. Para conter a doença, medidas de prevenção foram implementadas. Em 3 de julho, a Lei nº 14.019/2020 foi criada e, a partir de então, o uso de máscaras tornou-se obrigatório em locais públicos e privados. Além disso, o distanciamento social e uso de álcool gel são recomendados desde então. 

Todas as pequenas medidas são reconhecidas como eficazes na contenção da disseminação do novo Coronavírus. Ainda assim, uma pesquisa recente disponibilizada pela Prefeitura de São Paulo trouxe atenção: 15% dos paulistanos infectados pela COVID-19 não saíram de casa. 

Pesquisas realizadas pelo CDC, Centro de Controle e Prevenção, agência de saúde dos Estados Unidos, indicam que a chance de contaminação por superfícies é de 1 em 10 mil. Entretanto, é preciso ter cuidado. 

Citando a fonte anterior, em pesquisa conjunta com a Universidade da Califórnia, foi possível constatar que o vírus pode permanecer ativo por até três dias no aço inoxidável e no plástico. No papelão, o Coronavírus se mantém vivo por até 24 horas. Por fim, foi possível concluir que o Sars-CoV-2 pode ficar suspenso no ar por até duas horas e meia. 

Higienização de brinquedos

Diante do cenário atual, a preocupação com crianças se acentuou. A Secretaria da Saúde disponibilizou um material educativo de como higienizar cada brinquedo de forma correta. “É muito comum que crianças manuseiem objetos e, depois disso, coloquem as mãos em suas mucosas. Isso quando não flagramos os pequenos colocando os brinquedos diretamente na boca”, diz Ana Sato, sócia-fundadora da UniDoll. Por esse motivo, manter a higiene dos brinquedos em dia é essencial. 

A UniDoll, que fabrica bonecas reborn, criou um material exclusivo para ensinar aqueles que adquirem o brinquedo a realizar a higienização. “As bonecas podem ser molhadas. Incentivamos que o cuidado também seja divertido e, por isso, o banho pode ser parte da brincadeira, afinal, esta opção permite a participação da criança. Temos também um material completo que ensina quais são os materiais indicados para realização do processo a seco”, explica. 

O manual foi feito pois a equipe da UniDoll não indica que os pais ou responsáveis manuseiem produtos químicos, como água sanitária e acetona, diretamente nas bonecas. Ainda assim, o álcool 70% ou gel pode ser utilizado sem riscos de comprometer a estética do brinquedo.

Os cuidados da equipe não param por aí. “Desde o início, temos várias regras relacionadas à higiene. Agora as atenções são redobradas”, diz Ana. Os funcionários fazem rodízio para não se encontrarem no escritório, e também usam máscaras e álcool em gel no momento de embalar as bonecas. 

Por fim, Ana deixa a dica: “recomendamos que o contato direto com o entregador seja evitado. Além disso, é importante realizar a higienização imediata da embalagem externa do produto, caixa de papelão envolta da caixa interna das bonecas UniDoll. Em seguida, lavar as mãos para evitar contágio é fundamental”, finaliza.

Bonecas reborn

As bonecas reborn, reconhecidas pela semelhança a um bebê de verdade. Estas, são vendidas via e-commerce pela UniDoll e entregues em todo o Brasil. 

Para tornar a brincadeira completa e estimular a imaginação, o brinquedo vem com fralda, chupeta, mamadeira e certidão de nascimento. As bonecas reborn UniDoll são importadas e cumprem todas as conformidades estabelecidas pelo Inmetro: isso garante a segurança na brincadeira das crianças e a tranquilidade dos pais.

Para aprender como dar banho nas bonecas e encontrar outros materiais da empresa, basta acessar: https://www.youtube.com/watch?v=jpAagD4A9Bk

Website: https://www.youtube.com/watch?v=jpAagD4A9Bk

Deixe o seu comentário