Araras,SP 29/6/2021 – A casa é um refúgio que ganhou diversas outras funções desde o início da pandemia, porém, sem harmonia fica complicado conquistar o tão sonhado bem-estar.

A consultoria de interiores, realizada por um profissional, pode usar técnicas orientais para conciliar trabalho, estudo, lazer e conforto.

O mapeamento “Saúde da Mente & Pandemia”, feito pela Noz Pesquisa e Inteligência em parceria com o instituto Bem Estar, aponta que 59% dos brasileiros que estão em home office estão ficando mais irritados e, dentre os vários motivos está a relação dos indivíduos com a própria casa*. O que fortalece ainda mais a ideia de que um ambiente preparado para ser usado também como escritório pode ser uma das alternativas para evitar estresses do dia a dia, como o desgaste das relações entre os moradores. 

O trabalho remoto está longe de ser apenas temporário, ele é uma tendência que veio para ficar, ainda mais por apresentar números interessantes sobre produtividade. De acordo com um estudo feito pela consultoria PwC, em janeiro de 2021, 83% dos empregadores disseram que a mudança para o trabalho remoto foi bem-sucedida para sua empresa; já em junho de 2020, a porcentagem foi de 73%. 

A casa é um refúgio que ganhou diversas outras funções desde o início da pandemia, porém, sem harmonia fica complicado conquistar o tão sonhado bem-estar. “As pessoas estão buscando ter uma conexão maior com a casa, seja para poder ter um local adequado para fazer o home office, como para reuniões familiares. E todos os elementos presentes nos ambientes influenciam de alguma forma as nossas emoções, desde os móveis até os quadros”, conta Fabiana Zanchetta, designer de interiores.

De acordo com dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), entre maio de 2020 e abril de 2021 houve uma alta de 20,1% na venda de móveis no Brasil. Comprovando a busca do consumidor pela renovação e adaptação dos ambientes às novas realidades.

A designer, que atua em Araras (SP) e região, viu o número de clientes aumentar do ano passado para cá. “Aqui no interior de São Paulo, onde eu atendo, muitas pessoas passaram a buscar alternativas para que os lares possam trazer conforto e atender às outras demandas. Mas, não existe uma fórmula mágica para isso. Cada caso precisa ser estudado para que a personalidade dos moradores transpareça na decoração, fazendo com que o ambiente influencie de maneira positiva na saúde mental de cada um”.

Uma boa alternativa para quem precisa fazer algumas mudanças em casa é a consultoria de interiores, que deve ser feita por um profissional especializado e que colete o maior número de informações possíveis sobre os moradores para poder criar um local de convívio saudável. “Quando vamos planejar um espaço para home office e estudos integrado a outro ambiente temos que levar em consideração o perfil dos moradores e a presença de crianças na casa, por exemplo. Um escritório improvisado na sala de jantar pode não trazer o mesmo rendimento do que um instalado no quarto quando se tem crianças brincando pela casa ou outras pessoas exercendo atividades que possam tirar a concentração do trabalhador. Mas não podemos esquecer que no final do dia o quarto deve assumir sua função original, que é oferecer conforto e relaxamento”, explica Fabiana Zanchetta.

“Todos os itens do ambiente que foi escolhido para ter uma segunda função, além da de origem, devem ser pensados para serem funcionais e trazerem um equilíbrio emocional”, afirma a designer, que também sugere o uso de elementos que aproximem o morador à natureza como alternativa para a busca do bem-estar. “Como estamos passando mais tempo em casa, a sensação de contato com a natureza traz benefícios ao nosso dia a dia, e isso pode ser usado até mesmo em apartamentos, por meio das cores, uso de plantas ou mobiliários com tons e texturas mais naturais, como a madeira e o couro, independentemente do tipo de uso que está sendo feito no ambiente”.

Fabiana Zanchetta é designer de interiores há 16 anos e costuma usar conceitos para a harmonização de ambientes em seus projetos, como o Feng-Shui, que pode ajudar a trazer o tão sonhado equilíbrio emocional. A profissional vem criando projetos multifuncionais com cada vez mais frequência desde 2018.

*O levantamento foi feito de maio de 2020 a fevereiro de 2021.

Website: http://www.instagram.com/fabianazanchettadesigner

Deixe o seu comentário