Cuiabá – Mato Grosso 15/4/2021 – Ter ao lado um franqueador experiente e uma empresa com um modelo estruturado dá para o franqueado mais estabilidade e segurança, mesmo em um período difícil.

Como fazer parte de uma franquia de corretora de seguros, quanto ganha o franqueado e quais serviços podem ser oferecidos na franquia

O mercado de franchising é conhecido por ser uma das possibilidades mais seguras de investimento, uma vez que o modelo de negócio é testado antecipadamente pela franqueadora, que cria metodologias e estratégias para passar todo o conhecimento adquirido durante sua trajetória para o franqueado.

Além disso, o mercado de franchising tem gerado a cada ano faturamentos bilionários. Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), mesmo em um ano de pandemia e de queda da economia global, o franchising brasileiro faturou R$ 167 bilhões em 2020. “Em momentos de crises, como essa que estamos vivendo com o novo coronavírus, podemos ver como a experiência e o planejamento fazem toda a diferença para um negócio. Ter ao seu lado um franqueador experiente e uma empresa com um modelo estruturado dá para o franqueado mais estabilidade e segurança, mesmo em um período difícil para todos”, explicou Fred Henrique, especialista em expansão de negócios e diretor comercial do Grupo Hashtag Franquias.

O mercado de seguros também vem se destacando nos últimos anos. Só em 2019, o setor arrecadou R$ 490 bilhões, de acordo com a Confederação Nacional das Seguradoras (CNSeg); e até setembro de 2020 registrou um crescimento real de 2,8%, mesmo com todas as adversidades econômicas.

“Ao fazer parte de uma franquia, o investidor já começa sua empresa à frente de pessoas que decidem começar do zero, uma vez que receberá um modelo de negócio pronto”, disse Fred. “Em uma franquia de corretora de seguros, o franqueado irá atuar com serviços úteis, que oferecem proteção para as pessoas e seus bens, além de ser um segmento muito procurado no ramo do franchising. Para se ter uma ideia, apenas o setor de serviços, faturou mais de R$ 26 bilhões ano passado. É um mercado com muito potencial de crescimento”, argumentou o especialista.

Por que fazer parte de uma franquia de corretora de seguros?

Investir em uma franquia de seguros pode ser uma opção para quem deseja empreender em um negócio que já funciona com bom desempenho, que vai oferecer treinamentos necessários para operar a unidade e que irá ensinar sobre como fazer a gestão do negócio. A franqueadora geralmente também oferece suporte jurídico, de marketing, entre outras necessidades, o que ajuda a desenvolver o negócio de forma segura.

Além disso, a pessoa interessada em investir no ramo poderá escolher o modelo de negócio que deseja atuar, como loja física, quiosque ou home office.

“O modelo de franquia é ideal para quem deseja atuar no ramo de seguros,  mas não pode investir milhares e milhares de reais para iniciar o negócio. Além disso, o franqueado recebe toda a metodologia do negócio, treinamento completo e suporte da franquia ao longo de toda a caminhada, desde a implantação até a operação da unidade de franquia”, explicou Zeca Vilela, diretor da franquia SEG2 Assessoria e Corretagem em Seguros.

Como funciona uma franquia de corretora de seguros?

A franqueadora possui parceria com várias seguradoras do país, que são as responsáveis pela prestação do seguro. O franqueado será a ponte entre o cliente e a seguradora, fazendo toda a mediação do negócio. Assim, a principal função do franqueado é buscar novos clientes que precisam de seguros, plano de saúde, odontológico ou consórcios.

“Uma das principais vantagens de atuar nesse mercado é que é possível oferecer ao cliente uma gama de produtos essenciais, que vai desde um seguro de vida, passando por seguro do automóvel, da residência, dos equipamentos até planos de saúde e odontológico. Por isso é necessário pesquisar a solução certa para cada tipo de cliente, de forma personalizada”, falou Zeca Vilela.

Quanto ganha o franqueado de uma corretora de seguros?

Empreender no ramo de corretagem de seguros pode trazer alta rentabilidade para o franqueado, porém o faturamento depende de uma série de fatores, como a quantidade de produtos que comercializa no mês, quais soluções foram vendidas, custos fixos da unidades e o modelo de trabalho escolhido, sendo loja física, quiosque ou home office.

“Um franqueado pode fatura de 6 até 15 mil reais com uma franquia de seguros, depende do modelo de franquia escolhido, a forma como esse franqueado se dedica ao negócio, entre outros fatores”, detalhou José Vilela.

Quais serviços são oferecidos em uma franquia de corretora de seguros?

Ao fazer parte de uma franquia de corretora de seguros, o franqueado conta com a parceria de diversas seguradoras de diferentes ramos, assim é possível oferecer seguros em áreas distintas para os clientes, alcançando um público ainda maior.

“Em uma corretora de seguros é muito importante ter um relacionamento com boas seguradoras. Na SEG2, por exemplo, somos parceiros de diversas seguradoras, como Itaú Seguros, Liberty Seguros, Mapfre, Porto Seguro, Sul América, Unimed, Zurich, Allianz, Bradesco Seguros, entre outros”, falou Vilela.

Para saber mais sobre a franquia SEG2 Assessoria e Corretagem em Seguros, basta acessar: www.seg2.com.br ou (11) 4040-9539.

A franquia SEG2 procurou uma empresa especializada na formatação de franquias para realizar essa modalidade de expansão – hashtagfranquias.com.br.

Website: https://www.seg2.com.br

Deixe o seu comentário