6/12/2021 –

A modalidade permite realizar um investimento sem comprometer o orçamento familiar

Trabalhadores com carteira assinada devem receber a segunda parcela do 13º salário até o dia 20 de dezembro. Muitos esperam o famoso “abono natalino” para quitar dívidas, mas também pode ser o momento ideal de tirar do papel o sonho da casa própria, do carro novo ou até aquela viagem que está sendo planejada há muitos anos. Uma opção é adquirir um consórcio. A modalidade permite que o cliente realize uma aplicação financeira sem comprometer o orçamento familiar.

Considerado como uma das formas mais vantajosas e práticas de investimento planejado, o consórcio tem como objetivo disponibilizar crédito para a aquisição, sem juros, de bens e serviços. Os clientes podem adquirir cotas com diversos valores, de acordo com seu poder de compra. “O consorciado pode ser contemplado por meio de sorteio e também pela oferta de lances, podendo utilizar o 13º salário tanto para tentar a contemplação da carta com o lance, quanto para amortizar o saldo devedor”, comenta José Climério Silva Souza, Diretor-Executivo do Consórcio Nacional Bancorbrás.

O contemplado em um consórcio de imóvel, por exemplo, pode utilizar a carta de crédito para comprar um bem novo, construir, reformar ou, ainda, quitar um financiamento habitacional existente, fugindo dos juros altos. Além de também poder utilizar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para complementar o valor da carta de crédito, quitar parcelas em aberto ou ofertar lances. Já com automóveis, o consorciado pode escolher o plano de até 100 meses e adquirir um automóvel novo ou seminovo em todo território nacional.

Com o consórcio também é possível realizar diversos serviços como pequenas reformas, procedimentos estéticos, cirúrgicos e odontológicos; turismo; cursos e educação; festas e eventos; investimentos agrícolas; instalação de placas fotovoltaicas; e outros. No momento da contemplação é definido qual fim será destinado o valor do crédito.

José Climério ressalta que antes de adquirir uma cota, o interessado deve pesquisar e procurar por uma administradora confiável. “Todos os dias saem notícias sobre pessoas que foram lesadas com a promessa de um consórcio vantajoso com negócios irrealistas. É preciso ficar atento se a empresa escolhida está registrada corretamente”, afirma.

Como funciona?

Os interessados se organizam em um grupo, que receberá quantias mensais de todos os integrantes, durante um período previamente estabelecido, para criar uma poupança conjunta. Durante esse tempo, os clientes têm a possibilidade de contemplação por sorteio ou mediante oferta de lances livres e fixos, podendo embutir parte do valor ofertado na carta de crédito. A prestação no consórcio é constituída pelo fundo comum – valor pago pelo consorciado para formar a poupança que será destinada para a compra do bem ou contratação do serviço -, pela taxa de administração e por um fundo de reserva.

Dados do mercado

Segundo dados divulgados pela Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio (ABAC), o setor apresentou alta de 18,3% na venda de novas cotas entre os meses de janeiro e setembro, em comparação com o mesmo período de 2020.

Deixe o seu comentário