São Paulo 11/11/2021 –

Benfeitorias vão aprimorar abastecimento da cidade e beneficiar cerca de 30% da população

Uma torre imponente sobressai no sistema automático de dosagem de cloro que agora cuida das águas na Estação de Tratamento de Água (ETA) Vitória Régia, em Sorocaba (SP). Indispensável no processo de desinfecção nas estações de tratamento de água e efluentes (ETAs e ETEs), o sistema completo de dosagem de cloro gás engloba as etapas de armazenamento, medição, controle e dosagem. Assim, com o trabalho em conjunto destes equipamentos e sua correta operação, o sistema é capaz de dosar a quantidade ideal de cloro na água, garantindo o residual exigido na legislação e mantendo a água em condições próprias de consumo.

A Estação de Tratamento de Água (ETA) Vitória Régia, em Sorocaba (SP), que foi inaugurada em 23 de julho, conta com esse aparato. No mesmo dia, foram entregues as obras de ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto Sorocaba 1 (ETE-S1). A licitação pública para o planejamento e execução da obra da ETA Vitória Régia ficou a cargo da GEL Engenharia. O sistema completo de cloro gás foi fornecido pela Fluid Feeder.

De acordo com Francisco Carlos Oliver, engenheiro e Diretor Técnico e Comercial da Fluid Feeder, a empresa, que atua no fornecimento de equipamentos e serviços para tratamento de água e efluentes, disponibilizou todos os dispositivos e acessórios do sistema de dosagem de cloro gás, assim como o sistema de segurança com exaustão e neutralização do gás cloro, composto por materiais hidráulicos, elétricos e eletrônicos. O acompanhamento da pré-operação e o treinamento dos dois sistemas também estavam inclusos nos serviços.

Para a melhora da saúde da população

Com esta obra, realizada após duas décadas e investimentos de pelo menos R$ 180 milhões em despoluição, o rio Sorocaba se tornou mais uma fonte para o sistema de abastecimento da cidade e ao menos 30% da população da cidade deverá se beneficiar com a melhoria, que promoveu a interligação de todo o sistema.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, compareceu à solenidade, que foi conduzida pelo prefeito Rodrigo Manga (Republicanos). Também participaram da inauguração o Secretário Nacional de Saneamento, Pedro Maranhão; os deputados federais Vitor Lippi (PSDB), Capitão Derrite (PP) e Guiga Peixoto (PSL); o deputado estadual Danilo Balas e o superintendente nacional da rede executiva da Caixa Econômica Federal, Sérgio Rodovalho Pereira. A Câmara de Sorocaba foi representada pelo vereador João Donizete (PSDB). Também estavam presentes os prefeitos de Araçoiaba da Serra, Quevedo Júnior (PSD), e de Salto de Pirapora, Matheus Marum (PSDB), bem como os representantes das empresas responsáveis pelas obras da ETA Vitória Régia e ETE-S1.

ETA Vitória Régia e ETE-S1

A ETE-S1 é a principal da cidade e atende a 200 mil pessoas. Sua ampliação foi possível graças a um investimento de R$ 59,2 milhões, sendo R$ 38,9 milhões vindos do Governo Federal. Com esse investimento, a ETE-S1 terá capacidade para tratar todo o volume de esgoto gerado até 2030 na cidade, informa o diretor-geral do SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) de Sorocaba, Ronald Pereira da Silva.

O material tratado é devolvido com maior qualidade ao Rio Sorocaba, o que torna possível a captação de água desse manancial para consumo, por meio da operacionalização da ETA Vitória Régia, que vai reforçar a distribuição de água tratada para a Zona Norte e é alternativa para abastecer toda a cidade. A nova estação vai tratar 750 litros de água por segundo. Outro diferencial é que ela opera com uma tecnologia inovadora na América Latina, mas largamente utilizada na Europa e Estados Unidos, por meio do uso de ozônio no processo de desinfecção.

O rio Sorocaba é considerado o maior afluente da margem esquerda do rio Tietê. Possui 180 quilômetros de extensão em linha reta e 227 quilômetros, considerando seu leito em seu trajeto natural. Sua vazão regulada é de 13 metros cúbicos por segundo.
 
Mais informações:

Fluid Feeder
www.fluidfeeder.com.br

Deixe o seu comentário