São Paulo, SP 26/5/2021 –

Localizado em uma antiga instalação da OTAN nas profundezas de uma montanha, o data center DC1-Stavanger funciona com energia hidroelétrica 100% renovável e é refrigerado com água de um fiorde, a qual proporciona uma temperatura contínua de 8°C durante o ano todo. Essa localização única oferece uma grande vantagem ao aproveitar fontes de energia renováveis e minimizar os equipamentos de refrigeração para uma operação próxima a zero CO2. Entretanto, como todos os data centers, o site necessita de fontes de alimentação de energia ininterrupta (UPS) e sistemas de gerenciamento térmico para manter o uptime (tempo de atividade) ótimo. A Vertiv (NYSE: VRT), fornecedora global de soluções para infraestrutura digital crítica e continuidade, e a provedora de colocation norueguesa Green Mountain, foram as empresas que implementaram a tecnologia de ponta para melhorar ainda mais a eficiência e a sustentabilidade do data center que já estava entre os mais ecológicos do mundo.

“A sustentabilidade afeta tudo o que fazemos e ela é muito importante. Sempre que construímos novos data centers de colocation ou adicionamos novos recursos”, disse Alexander de Flon Rønning, gerente de design e de produto da Green Mountain. “Todos os clientes podem ver de onde obtemos a nossa energia. Esse é um diferencial muito importante para nós”.

Após uma longa pesquisa, os executivos da Green Mountain visitaram os Centros de Experiência do Cliente da Vertiv na Itália para ver as tecnologias da Vertiv em operação e testar seu desempenho em condições extremas. Como resultado, a Green Mountain escolheu as unidades perimetrais de água gelada Vertiv™ Liebert® PCW de alta eficiência, para uma capacidade total de refrigeração instalada de 5 MW. O Liebert PCW proporciona padrões de alta eficiência graças à combinação das mais novas tecnologias e um design interno que otimiza a aerodinâmica de todos os componentes internos. A Vertiv foi também escolhida como a fornecedora de sistemas UPS para outro projeto implantado em paralelo, fornecendo diversos sistemas UPS Liebert® EXL S1, respaldados por backup de baterias de íon-lítio, uma alternativa com maior vida útil do que os sistemas tradicionais de baterias VRLA.

Para Anderson Quirino, Diretor de Vendas da Vertiv LATAM, um dos diferenciais da oferta da Vertiv é minimizar os custos do sistema de refrigeração como um todo. “Todos os componentes e toda a estratégia de controle são potencializados – com isso, é possível entregar uma solução extremamente eficiente para infraestruturas críticas que têm de resolver os desafios das modernas aplicações de TI”.

“Para a Green Mountain, a sustentabilidade dos produtos e dos fornecedores é um fator essencial ao comprar novos equipamentos. As tecnologias da Vertiv são as mais energeticamente eficientes que já vi, e isso irá melhorar ainda mais nossa sustentabilidade geral que já tem uma classificação extremamente alta”, comentou de Flon Rønning. Além disso, os sistemas da Vertiv são extremamente compactos. “Considerando que nosso data center é encravado em uma montanha, não temos nenhum espaço extra”, disse de Flon Rønning. “Não poderíamos explodir a montanha mais um pouco para fazer espaço para equipamentos para o data center”.

“Gerenciar o projeto durante a Covid-19 foi difícil”, acrescentou de Flon Rønning. “Estávamos preocupados que todas as fábricas e entregas parassem. Felizmente, a Vertiv se superou e ajudou, dentre outras coisas, rastreando os embarques e garantindo que os equipamentos fossem entregues tranquilamente apesar das fronteiras fechadas e dos desafios logísticos. Se a Vertiv não tivesse ajudado com as entregas, não poderíamos ter completado o projeto no prazo”.

“Quando construirmos outros projetos, consideraremos a tecnologia de data centers da Vertiv”, observou de Flon Rønning. “Quando escolhemos um parceiro, o fazemos a partir de uma perspectiva estratégica, para um relacionamento no longo prazo”.

De acordo com a Agência Internacional para Energias Renováveis (IRENA), os data centers desempenham um papel fundamental, estando no epicentro da inovação tecnológica, eficiência energética, renováveis e a economia relacionada aos dados que é habilitada pela digitalização. Operadoras de data center como a Green Mountain podem ser consideradas um exemplo para acelerar a transição para energia sustentável e pavimentar um caminho que outras indústrias sedentas por energia possam seguir.

Deixe o seu comentário