São Paulo, SP 25/10/2021 – Economia criativa e a procura por maior sustentabilidade são pilares da nova economia para uma sociedade mais diversificada, justa e sustentável

Scuola Eugenio Montale, em parceria com o Istituto Europeo di Design (IED) Brasil, oferece aos estudantes do  Ensino Médio palestra sobre o tema

 

O ano de 2021 foi declarado o Ano Internacional da Economia Criativa para o Desenvolvimento Sustentável pela Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD), em consulta com a UNESCO  e com outras agências das Nações Unidas. A Scuola Internacional Italiana Eugenio Montale, que é membro das escolas associadas da UNESCO, está trabalhando o tema com os alunos do II e III Liceo (1º e 2º ano do Ensino Médio) e, em parceira com o Istituto Europeo di Design (IED) Brasil, convidou o professor e especialista em design e sustentabilidade, Christian Ullmann, para ministrar uma palestra on-line sobre Economia Criativa. “É muito bom poder compartilhar uma aula com professores e alunos do ll e lll Liceo. É gratificante ver, escutar e confirmar que essas turmas da Montale já estão discutindo e trabalhando os temas que dediquei 30 anos de pesquisa e estudo. Atualmente, ministro aulas sobre esse tema para todas as idades, e economia criativa e a procura por maior sustentabilidade são pilares da nova economia para uma sociedade mais diversificada, justa e sustentável”, revela Christian Ullmann.

No evento, Ullman abordou que a economia criativa é um conceito contemporâneo que procura novas formas de produção de riquezas a partir de valores culturais, sociais e materiais como sustentabilidade, inovação e criatividade. “O futuro apresenta grandes desafios, tais como encontrar um significado para o trabalho, inventar algo que faça algum sentido para a sociedade ou criar um modelo de negócio que impacte positivamente o cotidiano das cidades. Os desafios são grandes, os problemas e oportunidades também. Os jovens do Liceo (Ensino Médio) estão sendo questionados e estimulados a reagir e colaborar na cocriação de novos cenários”, complementa.

Para a professora de economia, Amanda Visani, que supervisiona o projeto Economia Circular dos alunos do II e III Liceo, a abordagem principal desse projeto são os desafios da economia criativa, tema destaque na palestra do professor Christian Ullmann. “A palestra contribuiu significativamente para todos os alunos, que aprenderam sobre o processo criativo para o desenvolvimento de um produto ou serviço que solucione algum problema, nesse caso, problemas mundiais que a sociedade enfrenta para colocar em prática a Economia Circular como, entre outras coisas, a reciclagem e o consumo consciente”, conclui.

A Eugenio Montale é a Escola Internacional Italiana reconhecida como paritária pelo Governo Italiano, o que possibilita a obtenção de um diploma válido em toda Europa, além do diploma brasileiro. Conta com gestão participativa, tal qual se deu em sua criação. Trata-se de uma associação sem fins lucrativos, regida por Sócios Beneméritos e por sócios Contribuintes (responsáveis financeiros dos alunos), que integram um Comitê de Gerenciamento de forma paritária. Promove um ambiente multicultural e diversificado em conformidade com as exigências atuais de uma escola internacional. Sua proposta é de oferecer uma alternativa às escolas já existentes em São Paulo, com ênfase no currículo italiano aliado ao brasileiro. Seu foco é a formação de alunos com uma visão ampla, inovadora e internacional.

Website: http://www.montale.com.br

Deixe o seu comentário