Uberlândia-MG 9/7/2021 –

Oitava edição do tradicional evento de Uberlândia-MG terá a programação gratuita, contemplando oficinas, demonstrações técnicas, palestras, workshops e apresentações teatrais.

O tradicional Festival Latino-Americano de Teatro Ruínas Circulares, que não acontecia desde 2016, e que neste ano celebra a oitava edição, saiu do circuito presencial e foi adaptado para a internet devido à pandemia de Covid-19. O evento, que é promovido pela Produtora Balaio do Cerrado em parceria com o Grupo de Pesquisa Esfera Teatro (Lab)oratório e Diretório Acadêmico Grande Otelo do Curso de Teatro, ambos da Universidade Federal de Uberlândia – Ufu, será realizado de 13 a 17 de julho, nos canais digitais (aplicativo Zoom, perfil do Instagram e Facebook da Balaio do Cerrado e no YouTube, no Canal da Balaio do Cerrado), totalmente aberto ao público.

Como nas edições anteriores, uma ampla grade de oficinas, demonstrações técnicas, palestras e workshops compõem a programação desta edição do Festival, que tem como objetivo estabelecer uma ponte entre o teatro produzido em Uberlândia-MG e o Teatro latino-americano, contribuir efetivamente para o desenvolvimento da cena local e proporcionar um intercâmbio com grandes grupos e companhias de teatro nacionais e internacionais, consolidando o município mineiro como parte integrante do circuito de Festivais no país, especialmente aqueles que privilegiam o olhar para a “Latino-américa”, como a Mostra Latino-americana de Teatro de Grupo, de São Paulo; o Festival Internacional Latino-americano de Teatro da Bahia – Filtebahia; além dos festivais internacionais com forte presença de produções teatrais oriundos dos “hermanos” latinos, como os festivais de Ouro Preto – MG, do Rio de Janeiro e de Porto Alegre.

Segundo o produtor da Balaio do Cerrado, Rubem dos Reis, o Ruínas Circulares é um evento tradicional promovido em Uberlândia-MG, idealizado pela professora de teatro Yaska Antunes, da Universidade Federal de Uberlândia. “Ao longo destes anos de realização do Ruínas, nós conseguimos ampliar a nossa cena cultural, ultrapassando as fronteiras nacionais e conquistando o público para o teatro latino-americano. Neste ano nós tivemos que nos adaptar devido à pandemia, todavia, mantemos a mesma qualidade de programação para os participantes”, comenta. “Tendo em conta as diferentes e múltiplas ferramentas digitais de que dispomos, a 8ª Edição do Festival Ruínas procura abranger a pluralidade de possibilidades que surgiram para o teatro na atualidade”, completa o produtor.

O evento é viabilizado por meio da Lei Aldir Blanc com a apresentação de oito espetáculos on-line, duas oficinas voltadas para a comunidade artística e interessados em geral, cujas inscrições estão abertas até o dia 10 de julho, ainda uma ação de intercâmbio entre os grupos locais com artistas latino-americanos convidados. “O projeto prevê inscrições gratuitas para todas as atividades. Os espetáculos e os oficineiros foram definidos pela curadoria de Yaska Antunes”, informa Rubem dos Reis.

Programação

Terça-feira – 13/07

Período da tarde:
14h30 – Conferência
“Antropotécnica e o mundo pós pandemia”
Juliano Garcia Pessanha (Filósofo/SP/Brasil)

16h – APRESENTAÇÃO MOSTRA TEATRO UNIVALLE
Curadores:
Maestro Alejandro González
Maestra Ma Zhenghong
Mediação: Yaska Antunes

Período da noite:
17h30 – Dos Hermanas – Episódio 1
Uruguai / Brasil
Direção: Claudia Sánchez

18h30 – Mostra Univalle
Mina, un Woyzeck con acento de Buenaventura
Direção: Johanna Robledo – Colômbia
Bate-papo Processo Criativo – Ana Wuo

21h00 – TEMPO DE ÁGUAS
Grupontapé – Brasil
Bate-papo Processo Criativo – Dirce Helena

Quarta-feira 14/07
Período da tarde:
14h30 – Conferência
“Ser professor do ator através da Pedagogia Teatral Russa”
Paco Abreu – Pesquisador e professor do Teatro Escola Macunaíma – SP – Brasil

Período da noite:
17h30 – Dos Hermanas – Episódio 2
Uruguai – Brasil
Direção: Claudia Sánchez

18h30 – Mostra Univalle
A Moratória
Direção: Yaska Antunes – Brasil
Mediação: Jarbas Siqueira Ramos

21h00 – El Palmeral
La Maldita Vanidad – Colômbia
Mediação: Maria Marques

Quinta-feira – 15/07

Período da tarde:
14h30 – Ruínas Circulares Homenageia
Pombas Urbanas – Brasil
Espetáculo: Era uma vez um Rei
Mediação: Ana Carneiro

Período da noite:
17h30 – Dos Hermanas – Episódio 03
Uruguai / Brasil
Direção: Claudia Sánchez

18h30 – Mostra Univalle
La Niña de Papá
Direção: Natalia Gil Gutiérrez – Colômbia
Mediação: Luiz Arantes

21h00 – Lágrimas De Água Dulce
Proyecto.4to.Studio – México
Mediação: Vilma Campos

Sexta-feira – 16/07

Período da tarde:
14h30 – Bate-papo Processo Criativo
Dos Hermanas
Direção: Claudia Sánchez
Mediação: Rose Gonçalves

16h – Roda De Conversa
Pluralidades estético-cênicas digitais em tempos de pandemia
ATU, Grupontapé, Trupe de Truões, Alejandro González, Jorge Hugo Marín.
Mediação: Yaska Antunes

Período da noite:
17h30 – Dos Hermanas – Episódio Final
Uruguai -Brasil
Direção: Claudia Sánchez

18h30 – Mostra Univalle
Huir, voces de la migración
Direção: Juan Carlos Osório – Colômbia
Mediação: Mara Leal

21h00 – Peça
Marat Descartes – Brasil
Mediação: Eduardo de Paula

Sábado – 17/07
Período da tarde:
15h – Live “Produção Cultural”
D.A. NOVA HERA – Curso de Teatro da Universidade Federal de Uberlândia – UFU
Mediação: Karina Silva
Convidadas: Rubia Bernasci e Daniele Sampaio
Ao vivo no canal do YouTube do D.A.

Período da noite:
19h – Sarau “II Sarau 202? – Perdidos no Tempo”
Estreia do vídeo
Canal do YouTube do D.A.

20h30 – Festa/After – (1h30/2h de duração)
Na Plataforma Zoom
– DJ Lara Pires

Serviço:
O quê: VIII Festival Latino-Americano de Teatro Ruínas Circulares
Quando: 13 a 17 de julho de 2021
Onde: Plataforma Zoom e YouTube Canal Balaio do Cerrado
Informações: Instagram: @balaiodocerrado | Facebook: @balaiodocerrado
Inscrições para as oficinas:
https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSemPfF2OHlbHtVc67VZFRShgEld-ZC5-RIwjYJd6daEwdNdvA/viewform

Website: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSemPfF2OHlbHtVc67VZFRShgEld-ZC5-RIwjYJd6daEwdNdvA/viewform

Deixe o seu comentário