Brasília 4/10/2021 – Nossa expectativa é contribuir fortemente para o aquecimento da economia local, tendo em vista que movimentaremos diversos segmentos do trade de turismo

As competições dos jogos universitários têm movimentado diversas áreas do segmento de hospitalidade e gerado centenas de trabalhos temporários

Brasília sediará em outubro os Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), organizados pela Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) e com participação de 6 mil pessoas de todos os estados do país, entre elas atletas, árbitros, equipe técnica e voluntários. Para receber os participantes, estão sendo investidos, aproximadamente, R$ 11 milhões nas áreas de infraestrutura de eventos e hospitalidade.

“Nossa expectativa é contribuir fortemente para o aquecimento da economia local, tendo em vista que movimentaremos os segmentos de hotelaria, bares, restaurantes, empresas de receptivos, além de gerar centenas de trabalhos temporários”, comenta Paulo Souza, gerente de Logística da CBDU.

O diretor-executivo do Brasília Convention & Visitors Bureau, Paulo Palhas, enfatiza que as perspectivas são excelentes. “Estamos muito honrados por Brasília ter sido escolhida para sediar um campeonato tão grandioso. Esta será uma oportunidade para mostrar que a capital é mais do que política. Temos muitas atividades na cidade e um trade de turismo muito atuante e preocupado com o impacto econômico da cadeia produtiva. E essa retomada dos eventos é essencial para o desenvolvimento dos setores”, observa.


Receber bem e encantar o público

Com o objetivo de incentivar ações inovadoras e melhorias na recepção dos competidores, o CDBU tem promovido workshops de capacitação para os fornecedores. “A ideia é compartilhar conhecimento, cases de sucesso das edições anteriores e ressaltar a importância de encantar o público”, destaca Souza.

A iniciativa faz parte do Programa Bem Receber, que foi desenvolvido em 2015 para entregar a melhor experiência aos participantes dos eventos da confederação. “Esse é um setor de qualidade que criamos para buscar excelência no atendimento e propor uma série de boas práticas para os parceiros”, afirma o gerente de logística.

Juliana Fontoura, supervisora comercial do Plaza Brasília Hotéis, participou do primeiro treinamento e conta que está cheia de ideias. “Foi um momento importante e saímos da reunião querendo surpreender esses atletas e fazer a diferença, especialmente porque em Brasília nós atendemos habitualmente clientes com perfil executivo e essa será uma chance de inovar”, relata.

Souza explica, ainda, que ao final das competições os prestadores de serviços serão avaliados em 12 categorias e, em reconhecimento às ações apresentadas, eles concorrerão a uma premiação nos quesitos de promoção cultural, ambientação, acessibilidade, sustentabilidade, entre outros.

A supervisora Juliana reforça que os prêmios com certeza estimulam a rede hoteleira a recepcionar o público de maneira especial. “Queremos conquistar cada pessoa e marcar essa experiência única para esse público jovem”.

Por fim, o representante da CBDU frisa que atletas universitários são curiosos, utilizam bastante a internet para pesquisar e gostam de viver experiências diferenciadas, um cenário ideal para divulgação e expansão de negócios. “Sem contar que eles são formadores de opinião e têm alto poder de consumo. Ou seja, tem espaço para criação e crescimento de diversos produtos e serviços”, conclui.

Website: https://www.cbdu.org.br/

Deixe o seu comentário