Belo Horizonte, MG 27/1/2021 – A personalidade afeta a forma como você interage com seus colegas, gerentes e clientes.

Além das habilidades técnicas, tipos de temperamento do empreendedor são fundamentais para o sucesso do negócio.

Definir em qual área empreender requer muita pesquisa e habilidades por parte do investidor, afinal, o mercado está cada vez mais concorrido e não é qualquer empresa que permanece ativa, gerando lucros. Para ajudar nessa escolha tão importante, cada vez mais empresários estão recorrendo ao teste de personalidade, que identifica os tipos de temperamento do indivíduo, a fim de nortear suas decisões.

O teste é composto por diversas perguntas – a quantidade exata dependerá da metodologia usada e o objetivo proposto – que buscam compreender as habilidades, pontos fracos, medos e comportamentos diante de determinadas situações. A aplicação do exame é muito comum em testes de seleção de grandes empresas, mas, diante de seus benefícios, passou a ser usado também para auxiliar investidores na decisão de onde empreender.

Felippe Ferreira, especialista em intermediações de compra e venda de empresas de pequeno e médio porte, e também fundador do site meuBiZ, empresa de empreendedorismo e venda de negócios , afirma que os tipos de temperamento do indivíduo dizem muito sobre o tipo de profissional que ele poderá ser e, diante disso, se ele tem competências ideias para o mundo do empreendedorismo. “A personalidade afeta a forma como você interage com seus colegas, gerentes e clientes, embora pesquisas sugiram que a personalidade também pode ter um impacto sobre seu potencial de ganhos, sua trajetória de carreira e sua satisfação no trabalho”, afirma Felippe.

Segundo a psicologia, existem quatro tipos de comportamento: sanguíneo, colérico, melancólico e fleumático. Pessoas do tipo sanguíneo tendem a ser mais extrovertidas, otimistas, comunicativas e se dão bem em grupo. Porém, apresentam comportamentos de desorganização, emocional instável e indisciplina.

Já indivíduos do grupo colérico costumam ser práticos, objetivos com o trabalho e se encaixam em vagas de líderes pela capacidade de administrar e motivar a equipe. Contudo, entre as fraquezas estão a impaciência e a falta de atenção aos detalhes.

Os profissionais que se encaixam no grupo melancólico apresentam uma capacidade incrível de análise e costumam ser perfeccionistas, mas pecam pelo excesso de preocupação consigo mesmos. Por fim, indivíduos do grupo fleumático são calmos, têm facilidade para se relacionar com os colegas, se comportam bem quando pressionados e são confiáveis. Mas como pontos fracos, tendem a ser egoístas e não terem naturalidade com trabalho em equipe.

Uma pessoa pode se enquadrar em mais de um tipo, o que é normal, mas ela sempre apresentará características marcantes, portanto, será classificada em algum desses grupos. Para Ferreira não existe o melhor comportamento, mas sim a capacidade de cada um de expor as habilidades. “A capacidade de alcançar nossos potenciais depende em grande parte de que lado de nossos temperamentos estamos operando: fraqueza ou força, prevalecendo a partir de nossas escolhas. O teste de temperamento ajuda você a diagnosticar suas próprias fraquezas e desenvolver um programa planejado para superá-las”, revela.

Ainda segundo o especialista, para ajudar futuros empreendedores a se conhecerem melhor, diferentes sites disponibilizam os testes de personalidade. No meuBiZ , por exemplo, existe o Meu Perfil Profissional e Empreendedor . Para Felippe, apenas realizar o teste não vai garantir o sucesso do empreendimento, mas vai ajudar a ter mais assertividade na escolha do negócio e da profissão.

Website: https://meubiz.com.br/

Deixe o seu comentário