16/6/2021 –

Modalidade evita que o cliente comprometa o orçamento familiar ou da empresa

O Brasil está passando pela pior crise hidrológica desde 1930, segundo informações do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Apesar do país não correr risco de corte no fornecimento de energia em 2021, a geração de energia fotovoltaica pode ser uma opção para superar esse problema em um futuro próximo. Atualmente, o Brasil ocupa a 9ª posição no ranking mundial de capacidade de geração de energia solar, de acordo com levantamento realizado pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), com informações da International Energy Agency Photovoltaic Power Systems Programme (IEA PVPS).

A geração de energia solar traz algumas vantagens para quem utiliza o sistema em sua residência ou empresa, tais como: fonte de energia limpa, sustentável e renovável; baixo custo de manutenção; e economia de até 90% na conta de luz. A produção de energia elétrica se dá a partir da instalação de placas solares, que coletam a luz do sol durante o dia e geram energia pelo efeito fotovoltaico.

O investimento para a instalação do sistema fotovoltaico é alto e uma forma econômica e segura de se realizar a aquisição e a montagem das placas solares é por meio de um consórcio de serviços. A modalidade permite que o cliente adquira cartas de crédito para a realização do serviço, com prazo de pagamento mais alongado e sem juros. “Para esse tipo de investimento, o consórcio de serviços é, sem dúvida, a melhor solução”, afirma José Climério Silva Souza, Diretor Executivo do Consórcio Nacional Bancorbrás.

Com o consórcio o cliente tem a possibilidade de se organizar financeiramente e adquirir o bem ou o serviço que desejar, sem pagar juros e sem comprometer o orçamento familiar ou da empresa. O Consórcio Nacional Bancorbrás oferece planos de consórcio de serviços com até 48 meses para pagar, com contemplações mensais por sorteio e por meio de lances livres e fixos, que podem ser ofertados com recursos extras do consorciado ou deduzidos da própria carta de crédito.

Dados do mercado

Segundo dados divulgados pela Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio (ABAC), o setor apresentou alta de 24,2% na venda de novas cotas entre os meses de janeiro e abril, em comparação com o mesmo período de 2020. “Os números mostram que os brasileiros estão cada vez mais habituados a realizar os sonhos por meio de uma carta de crédito de consórcio”, finaliza José Climério.

Deixe o seu comentário