São Paulo, SP 10/8/2021 – Todos nós temos um pouco de pressa com o que fazemos, especialmente online. Diante disso, pensar na experiência que o cliente terá com seu site é fundamental.

O Mobile First Index tornou-se a base para o desenvolvimento de sites e soluções para o consumidor. Junto a uma dinâmica de UX Design, o objetivo é garantir melhores experiências de uso para o consumidor final.

Em 2019, o Google anunciou o Mobile-First Index, atualização que firmou o mobile como a base para suas análises e considerações para ranqueamento e indexação de páginas em seu buscador. Desde então, as medidas têm sido mais específicas. 

Em setembro de 2020, toda página que não atende os requisitos mínimos para acesso a mobile será retirada das SERPs em que estavam indexadas. Em maio de 2021, passou-se a considerar como fator primário para ranqueamento a velocidade de carregamento dessas páginas

Essas mudanças são reflexos do cenário atual quanto ao uso da internet: com a maior parte dos usuários nos meios online tendo como vias de acesso o mobile, por uma série de fatores, ter o portátil como base é o básico para qualquer empresa.

A metodologia “mobile-first”

O Mobile First Index trouxe uma nova base de investimento para empresas que precisam se reposicionar no mercado, ou que estão entrando no momento atual, sobretudo com as mudanças recentes devido ao cenário atual no Brasil

Agora, toda empresa precisa tomar como base que os usuários estão, em sua maioria, nos smartphones, e da concepção do site ao tipo de conteúdo, deve tê-los como referência. 

“Todos nós, hoje em dia, temos um pouco de pressa com o que fazemos, especialmente online”, afirma Uafa Smaili, especialista em marketing digital na SinalizeWeb, “e assim são nossos consumidores. Pensar na experiência que ele vai ter com seu site, e mais ainda o quão rápido ele encontrar as informações que precisa, deve funcionar como base para entrar neste segmento”.

UX Design: base para desenvolvimento

Diante ao cenário atual, em que pensar no site para aparelhos mobile é fundamental, entra outro conceito importante para os usuários. O User Experience Design é uma área multidisciplinar, em que os diversos segmentos de tecnologia atuam coletivamente para entregar melhores experiências para os usuários.

Para quem deseja investir em um site próprio, de maneira competitiva no segmento atuante, a sugestão é pensar em soluções para o consumidor. 

“A melhor forma de começar é justamente trabalhar em uma análise de mercado”, acrescenta Uafa, “o que seus concorrentes já fazem? O que dá certo com eles, e tão importante quanto, o que não dá certo? Sem pensar em detalhes do tipo, seus investimentos acabam menores do que o desejado”.

Dentro do segmento mobile, o UX Design entra como uma forma de tornar aplicativos e sites mais responsivos, isto é, de fácil uso para o consumidor final. Além disso, eles ativamente trabalham em soluções para problemas de gestões anteriores da plataforma, além de garantir recursos de acordo com o momento atual.

“Empresas que atuam junto a agências e serviços especializados em UX e desenvolvimento de sites podem crescer juntas ao trabalharem, em suas melhores características, na busca por soluções para os clientes”, complementa Uafa, “inclusive ao entender quais são as dores do seu segmento, e como seu negócio pode atendê-las na palma da mão”. 

Website: https://orbitalcommerce.com.br/

Deixe o seu comentário