São Paulo 30/11/2021 –

Há inúmeros equipamentos utilizados nas clínicas de estética para tratamento das imperfeições estéticas. Um equipamento que vem se destacando é o de terapia combinada, por atuar no combate das mais variadas queixas estéticas com um só aparelho.

O segmento de beleza vem ganhando espaço no mercado nacional. Em 2019, o Brasil fechou com o número de meio milhão de empreendimentos estéticos, com alta de 10% no final do mesmo ano, chegando a R$ 107 bilhões, segundo a Exame. Esses números demonstram a crescente retomada do mercado de estética e os brasileiros têm procurado mais esse serviço para combater queixas estéticas e melhorar a aparência.

Entre as vilãs das curvas perfeitas a mais combatida parece já ter sido identificada: a gordura localizada. Junto com ela outros diversos coadjuvantes incômodos como a celulite, as estrias (no caso do engorda-emagrece), a flacidez e outros componentes desagradáveis são mencionados por quem procura um procedimento estético para resolver essas questões. Por isso, atuar com um contra-ataque poderoso tem sido a melhor arma para combater estes potenciais inimigos de quem busca as curvas como objetivo principal e uma das soluções que vem crescendo em clínicas de estética é o uso de aparelhos de terapia combinada.

Esses aparelhos vêm ajudando diversos profissionais, dando resultados interessantes para os pacientes e, alguns deles, como o manthus , têm a proposta de oferecer mais de um mecanismo de diminuição da gordura localizada, drenagem linfática, fortalecimento muscular, melhora do tônus cutâneo e tratamento pós-operatório.

Realizar investimento em aparelhos de estética de qualidade é prioridade para um negócio frutífero. É Importante priorizar sempre a saúde do paciente, sendo recomendável utilizar aparelhos modernos e autorizados pela Anvisa para proporcionar o custo-benefício almejado, com foco em qualidade, segurança e praticidade.

Website: http://www.hsmed.com.br

Deixe o seu comentário