São Bernardo do Campo, SP 22/7/2021 – Esses padrões são essenciais para garantir a saúde dos clientes.

Os padrões de segurança alimentar referem-se a práticas adequadas de preparação e armazenamento para prevenir doenças transmitidas por alimentos.

Os padrões de segurança alimentar referem-se a práticas adequadas de preparação e armazenamento para prevenir doenças transmitidas por alimentos. Esses padrões são essenciais para garantir a saúde dos clientes, maximizar a longevidade dos produtos alimentícios e desenvolver protocolos de gerenciamento de risco adequados. Seguir as dicas abaixo é um passo importante para manter os clientes seguros.

Lavar as mãos com frequência

Para a segurança alimentar ideal, é essencial que todos os funcionários lavem as mãos antes de preparar e manusear os alimentos e ao mudar de tarefa.

A orientação é que a lavagem das mãos seja realizada com sabão e água morna por pelo menos 20 segundos.

Higienizar superfícies

A higienização e limpeza de superfícies, incluindo áreas de preparação, tábuas de corte, equipamentos, áreas de armazenamento, lixeiras e ralos de chão devem ser uma parte importante do regime de segurança alimentar.

Este processo remove resíduos de alimentos, sujeira e micro-organismos invisíveis de superfícies que podem entrar em contato com os alimentos.

A seguir está um exemplo de procedimentos de saneamento para os funcionários seguirem diariamente, semanalmente e mensalmente em sua instalação, para manter as superfícies de trabalho higienizadas:

Primeiro limpar a área de detritos ou restos de comida;
Em seguida, lavar a superfície com água quente e sabão;
Para evitar contaminação química, enxaguar a superfície com água e um pano limpo;
Limpar a área com um pano desinfetante ou outro desinfetante profissional;
Deixar a área secar ao ar.

Além de produtos de desinfecção, o calor pode ser usado em itens como talheres, para uma desinfecção eficaz. No entanto, para isso, é recomendável deixar os itens de molho em água a uma temperatura de pelo menos 65 ° C por um mínimo de 30 segundos.

Como alternativa, é possível colocar os itens em uma máquina de lavar louça de alta temperatura, desde que possam ser lavados na máquina. O que também pode ajudar a diminuir os riscos de contaminação é a utilização de utensílios descartáveis como copos, talheres e até mesmo pratos, uma vez que esse tipo de material limita a exposição a micro-organismos, por ser de uso único.

Esta é uma forma higiênica e segura de garantir que os utensílios não entrem em contato com micro-organismos, pois são descartados assim que o cliente acaba de comer.

Lavar frutas e vegetais

Todas as frutas e vegetais devem ser bem lavados para remover qualquer bactéria e sujeira. A única exceção são os produtos pré-embalados e rotulados como pré-lavados.

Evitando contaminação cruzada

A contaminação cruzada ocorre quando bactérias, alérgenos ou outros micro-organismos prejudiciais são transferidos de um objeto para outro. Embora muitas vezes invisível ao olho humano, os resultados desse processo podem ser muito perigosos ou mortais para consumidores.

Além da lavagem das mãos, também é necessário seguir outras regras de segurança alimentar, como o uso de produtos separados ao lidar com diferentes tipos de produtos alimentícios, como usar diferentes tábuas de corte e recipientes separados para carnes cruas, vegetais e produtos agrícolas e alimentos cozidos.

Segurança alimentar no autoatendimento

Mesmo que os funcionários do restaurante tenham conhecimento adequado sobre segurança alimentar, deve-se presumir que seus clientes não terão. Por esse motivo, as áreas de autoatendimento são suscetíveis à contaminação.

Para garantir a segurança dos clientes, destaca-se as dicas abaixo:

Limpar e desinfetar as superfícies com frequência, incluindo utensílios para servir e recipientes para armazenamento de alimentos;
Certificar-se de abastecer o restaurante com dispensadores de talheres, guardanapos e canudos projetados para uso individual;
Para maior higiene, fornecer pacotes de talheres embrulhados para reduzir a possibilidade de contaminação;
Atribuir funcionários para supervisionar os clientes e tomar medidas em caso de práticas inseguras.

Implementar programas para prevenir esses problemas garante a preferência dos clientes para almoçar ou jantar em em estabelecimento.

Goldenplast
Rua Lusitânia, 368 São Bernardo do Campo – SP
CEP.: 09725-150
Telefone: 11 4332.9786
E-mail: sac@goldenplast.ind.br

Website: https://goldenplast.ind.br/

Deixe o seu comentário