São Paulo, SP 7/6/2021 – Neste formato, cada um dos profissionais realiza seus projetos de trabalho em uma estrutura compartilhada, o que também influencia nos valores de locação.

Dentre as opções de coworking corporativo, é possível escolher entre um espaço de trabalho compartilhado, onde utiliza-se o ambiente de trabalho dividido com outras empresas, ou pode-se escolher algo mais exclusivo como uma sala privativa.

O coworking corporativo surge como opção versátil e de ótimo custo benefício. Com uma estação de trabalho completa e serviço de facilities, o empreendedor evita uma série de problemas burocráticos para resolver.

Portanto, dentre as opções de coworking corporativo em São Paulo, pode-se escolher entre um espaço de trabalho compartilhado, onde utiliza-se o ambiente de trabalho dividido com outras empresas, ou pode-se escolher algo mais exclusivo como uma sala privativa.

O que é o coworking corporativo?
Para planejar o aluguel de um coworking corporativo e instalar a empresa num destes espaços, é necessário primeiro entender melhor sobre o que se trata.

O coworking é um conceito de espaço profissional compartilhado entre diversas empresas e profissionais autônomos que vem crescendo na medida em que o trabalho remoto se tornou uma realidade para diversos profissionais.

Neste formato, cada um dos profissionais realiza seus projetos de trabalho em uma estrutura compartilhada, o que também influencia nos valores de locação.

Diferente do conceito do convencional, o Coworking Corporativo atende os altos padrões de exigência internacionais. Assim como as normas locais como a nr17 http://www.guiatrabalhista.com.br/legislacao/nr/nr17.htm, que estabelece parâmetros que permitem a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores. Proporcionando assim o máximo de conforto e segurança.

Um coworking desenhado com base em padrões internacionais de grandes empresas

Por ser um ambiente compartilhado, o empreendedor terá contato com diferentes projetos e segmentos de mercado, podendo inclusive realizar parcerias. Além disso, o coworking corporativo permite o aluguel de ambientes com diferentes tamanhos, desde mesas individuais até salas privativas ou andares inteiros, como no built to suit https://www.gowork.com.br/built-to-suit/.

As mudanças que vêm ocorrendo na economia mundial favorecem a expansão de alguns modelos de negócios. Empresas de pequeno porte e, principalmente, Microempreendedores Individuais bateram recordes no registro de CNPJ no Brasil.

Porém, estes novos empresários enfrentam por vezes a falta de experiência no mercado, além dos limites financeiros. Sendo assim, investir em parcerias de trabalho e locação de salas comerciais pode não ser acessível num primeiro momento.

Como funciona o coworking corporativo?
O coworking corporativo surge como uma alternativa mais acessível em relação às salas comerciais convencionais. Além de oferecer o espaço físico, o locatário ainda fornece infraestrutura técnica, serviços administrativos e suporte técnico ao longo do contrato.

Portanto, ao invés de o empreendedor se preocupar com diversos contratos e problemas administrativos, cabe a ele apenas gerir a empresa e focar no investimento em novos produtos no mercado.

É cada vez mais essencial que projetos de escritórios corporativos estejam em harmonia com as novas práticas empresariais, tais como horários flexíveis de trabalho e home office. Assim, se cerca de 20% dos funcionários não forem à empresa diariamente, não faz sentido reservar uma mesa para cada um. As estações compartilhadas, com mesas coletivas, têm sido uma das soluções mais adotadas.

Os espaços compartilhados de trabalho proporcionam a integração de membros de diferentes equipes, permitem a mobilidade das pessoas e reduzem custos. No entanto, para que o projeto seja funcional, é imprescindível que o arquiteto entenda a dinâmica da empresa e as suas necessidades.

Nas opções de salas privativas ou até mesmo built-to-suit, é realizado o trabalho de branding, podendo aplicar a identidade visual do cliente na sala, até mesmo com personalização de equipamentos e móveis.

Dessa forma, a empresa fica dispensada de montar a estrutura de trabalho, bem como das tarefas administrativas e técnicas. No mais, abaixo há alguns dos serviços executados pela locação do espaço:

Internet e telefonia;
Pagamento de contas em geral, como água, luz, limpeza, segurança e recepção;
Instalação e manutenção do ar condicionado;
equipe de manutenção.

Vantagens de ir para um coworking privativo
Conhecendo mais a fundo o perfil dos espaços coworking corporativos, é possível que já tenha sido cogitando a locação de um destes espaços. No entanto, ainda restam dúvidas sobre as vantagens do coworking para a equipe de trabalho.

Quem está trabalhando em home office sabe o quão difícil é separar a vida pessoal da vida profissional. Se dividir entre a entrega do projeto e a preparação do almoço faz com que tudo fique mais difícil. O rendimento no trabalho cai e o estresse em casa só aumenta.

Desse modo, a locação de um coworking mobiliário corporativo permite separar estes dois universos e tornar a jornada menos atribulada. Além disso, o coworking corporativo oferece estrutura adequada e contato com outros profissionais, ajudando na criação de parcerias no trabalho.

Ademais, abaixo há algumas das vantagens de escolher o coworking como local de trabalho:

Aumentar o networking;
Ter um ambiente corporativo e profissional para desenvolver projetos;
Iniciar novas parcerias de trabalho;
Estrutura de excelência por um custo acessível.

O futuro dos imóveis corporativos
O momento atual é de repensar a forma como é investido o tempo e principalmente o dinheiro. A crise financeira tornou cada movimento ainda mais decisivo, inflando as consequências positivas e negativas.

Nesse sentido, portanto, está se discutindo o futuro do imóvel corporativo. Isso porque diversos locatários acabaram entregando as chaves ou optando por espaços com custos de operação menores.

Sendo assim, a lógica é investir naquilo que vem oferecendo melhor retorno, ou que represente uma aplicação mais segura. Dessa forma, uma opção interessante é o investimento em coworking corporativo.

Este modelo de locação está em franco crescimento no Brasil por uma série de fatores. Um deles é a versatilidade dos contratos. Num momento de crise financeira, empresas de pequeno porte buscam por áreas comerciais que reduzem as burocracias de contrato.

Além disso, a variedade de salas comerciais disponíveis no coworking e a estrutura oferecida atraem um número maior de profissionais, que no modelo de aluguel tradicional não fariam o contrato.

Website: https://www.gowork.com.br/blog/

Deixe o seu comentário