Rio de Janeiro – RJ 4/2/2021 –

Mais do que a única praia artificial com fundo de areia do mundo, o Piscinão de Ramos também guarda muitas curiosidades

Localizado no Complexo da Maré, onde habitam aproximadamente 130 mil cariocas, o Piscinão de Ramos é um empreendimento único. E não só porque ele é a única praia artificial com fundo de areia do mundo, mas também por causa do seu impacto na cultura da cidade e, em alguns casos, até mesmo do país.

De um jeito ou de outro, o Piscinão de Ramos está envolvido em determinados eventos ou na trajetória de muitas pessoas conhecidas. São diversas as curiosidades interessantes sobre o local, desde a origem de um jogador da Seleção Brasileira até a carreira de um dos grandes mestres do samba, novelas de sucesso ou a despoluição da Baía de Guanabara.

Por isso, é importante relembrar (ou conhecer) algumas das principais curiosidades envolvendo o Piscinão de Ramos.

1. Única praia artificial com fundo de areia no mundo

Uma curiosidade que já foi mencionada nesta matéria: o Piscinão de Ramos é a única praia artificial com fundo de areia do mundo. Esse feito só pôde ser alcançado porque o Piscinão de Ramos usa um sistema de limpeza da água, diferente daquele usado em piscinas convencionais.

Além disso, para evitar contaminação da sua água via lençóis freáticos, o Piscinão é protegido por uma camada de polietileno. Ela não deixa que a poluição da Baía de Guanabara invada o Piscinão, ajudando a manter a balneabilidade do local.

2. Deu origem a um jogador da Seleção Brasileira

Além da praia artificial, o complexo do Piscinão de Ramos conta com uma série de outras estruturas, como duas quadras poliesportivas, uma academia para a 3ª Idade e um campo de futebol com arquibancada para 500 pessoas.

Nesse campo era possível encontrar o meia Allan. Das categorias de base do Madureira e revelado profissionalmente pelo Vasco da Gama, o jogador tem passagem por clubes tradicionais do futebol europeu como o italiano Napoli e o Everton da Inglaterra (seu atual clube).

Allan também tem um histórico positivo com a Seleção Brasileira: esteve no time campeão da Copa do Mundo Sub-20 em 2011 e também foi campeão da Copa América 2019 com a Seleção principal.

Em entrevista ao site da CBF, Allan revelou que, quando jovem, costumava passar seus dias jogando bola no campo do Piscinão de Ramos. Hoje, desfila seu talento na Inglaterra.

3. “Cada mergulho é um flash!”

Em 2001, o Piscinão de Ramos foi inaugurado e já recebeu destaque na novela O Clone. Nela, a personagem Odete, vivida por Mara Manzan, gostava de ir ao Piscinão de Ramos para ver as pessoas famosas que frequentavam o local. Segundo ela, a frase “cada mergulho é um flash!”, fazia referência ao fato de vários fotógrafos acompanharem as pessoas famosas no Piscinão.

A frase caiu no gosto da população e se tornou um bordão conhecido de norte a sul do país. Até hoje é comum ver pessoas usando a expressão para dizer que alguma coisa está na moda.

4. Origem do nome dado ao Piscinão

O Piscinão de Ramos é conhecido popularmente assim, mas esse não é o seu nome oficial. O parque, que conta com a praia artificial e toda a estrutura próxima, é chamado oficialmente de Parque Ambiental da Praia de Ramos Carlos de Oliveira Dicró. Esse nome é dado em homenagem ao grande mestre do samba Dicró, que teve participação vital para a construção e popularização do espaço.

Durante a construção do Piscinão, Dicró usou da sua fama e relevância para atrair atenção para as obras e, depois do espaço pronto, para ajudar a popularizá-lo na mídia. Ele chegou a lançar um álbum chamado Dicró no Piscinão, em que cantava um samba feito só para o Piscinão de Ramos.

Além disso, ele era presença regular no espaço, ganhando inclusive o apelido de Síndico do Piscinão de Ramos, tal era o respeito que os frequentadores tinham por ele.

5. Despoluição da Baía de Guanabara

Atualmente, o Piscinão de Ramos faz uma contribuição para a despoluição da água da Baía de Guanabara, que recebe mais da metade do esgoto in natura de mais de 9 milhões de pessoas.

Isso acontece porque a água usada no Piscinão de Ramos vem da Baía de Guanabara. Ela é tratada por meio de um processo de flotação, que retira os resíduos sólidos e flocos de sujeira. Em seguida, é desinfetada com cloro e vai para o Piscinão.

Depois de usada, ela passa pelo sistema de tratamento novamente. Quando o cloro finalmente evapora, a água é devolvida limpa para a Baía de Guanabara.

6. Sessenta mil pessoas em um único fim de semana

O Piscinão de Ramos recebe dezenas de milhares de pessoas regularmente. Afinal, o espaço tem 26.414 metros quadrados e capacidade para 30 milhões de litros de água. Trata-se de uma piscina muito grande. O seu recorde de visitação foi de 60 mil pessoas em um único fim de semana.

Website: https://piscinaoderamos.com

Deixe o seu comentário