São Paulo – SP 28/1/2021 – Em estudos realizados percebe-se a melhoria na qualidade dos serviços nos primeiros meses após os reajustes de salários e benefícios

No início do ano o mercado de facilities fica atento às novas regras impostas pelas convenções coletivas de trabalho, especialmente para as categorias de limpeza e conservação, copa, jardinagem, entre outras contempladas pelo SEAC-SP, que tem seu dissídio válido a partir do mês de janeiro.

Como acontece em todo início de ano, o mercado de facilities fica atento às novas regras impostas pelas convenções coletivas de diversas categorias de trabalho. Em janeiro é a vez das atividades de limpeza, copa, portaria entre outras contempladas pelo Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação do Estado de São Paulo – SEAC-SP. É de suma importância, tanto para empregador quanto para empregado, saber quais serão as mudanças nos direitos e benefícios dos trabalhadores. Para as empresas é um momento crucial, pois é a hora de traçar objetivos comerciais e operacionais, baseados no que foi definido.

Num primeiro momento, é justo lembrar dos funcionários que trabalham para manter os ambientes de trabalho limpos, higienizados e consequentemente mais saudáveis para todos os trabalhadores, o que torna nítida a essencialidade dos profissionais de limpeza em qualquer corporação. Para esses profissionais o momento é importante, primeiro, porque é através das novas diretrizes que eles saberão seus direitos como colaboradores, mas também porque é dever das empresas remunerar de maneira digna seu trabalho. Obviamente a empresa deve ter em mente o quanto é vantajoso que seus funcionários estejam motivados e, assim, trabalhem de maneira mais eficaz e uma forma disso acontecer é seguindo, no mínimo, o que foi estipulado pela Convenção Coletiva de Trabalho.

Dentre os direitos contemplados pelo dissídio destacam-se o aumento salarial e a garantia de vale alimentação e vale refeição, bem como os seus respectivos aumentos, por exemplo. Visto que todos esses direitos têm validação anual, é relevante que a empresa conheça e preste atenção às mudanças que ocorrem anualmente. É importante também saber que esses direitos, estabelecidos pela convenção coletiva de 2021, são decididos através de um acordo feito entre o sindicato das empresas e as próprias empresas, buscando atender da melhor forma possível as demandas de ambas as partes, assim como os limites, buscando uma solução mutuamente satisfatória.

Outro detalhe que merece conhecimento é que os valores dos benefícios são apenas valores base, ou seja, a empresa pode oferecer benefícios maiores, caso deseje recompensar melhor seus funcionários. No ano de 2021, o salário dos funcionários cobertos pelo SEAC-SP deverá receber um aumento de 4,31%, e esse mesmo valor deverá ser tomado como base para outros benefícios, como os previamente citados.

Dentre diversos pontos de melhoria para as empresas que aderem às regras da convenção coletiva de trabalho, três se destacam:

Relacionamento

Ao testemunhar a valorização de seus trabalhos, os funcionários apresentam melhorias em suas relações com os gestores da empresa e com o restante da equipe, bem como rendimentos mais satisfatórios e menores probabilidades de deixarem seus cargos.

Produtividade

São conhecidas algumas das dificuldades relacionadas às atividades de limpeza e conservação executadas por esses profissionais. Em estudos realizados percebe-se a melhoria na qualidade dos serviços nos primeiros meses após os reajustes de salários e benefícios, inclusive com os colaboradores se sentindo mais motivados. Assim, são capazes de desenvolver suas funções de forma mais eficiente, além de aperfeiçoar suas habilidades e melhorar a qualidade de vida.

Aumento de lucros

Com a junção dos fatores citados anteriormente, a empresa tem a oportunidade de demonstrar a seus clientes uma alta em seus resultados e, assim, será capaz de impulsionar seu desempenho no mercado em relação aos seus concorrentes. Pode ser a hora de rever custos e repassar aos clientes, que, animados pela melhora nos serviços que recebem, tendem a ser mais flexíveis às negociações.

Com tantos benefícios em aplicar corretamente o dissídio da categoria, quase não é preciso lembrar que, com as atividades sendo executadas corretamente, os ambientes higienizados tornam-se locais saudáveis, propiciando melhorias na qualidade de vida e na saúde das pessoas que frequentam esses ambientes. Assim, além de ter menos faltas ocasionadas por doenças (respiratórias, por exemplo), as empresas beneficiam-se por contar com funcionários mais engajados e felizes, pois é comprovado que atuando em ambientes perceptivelmente higienizados, as pessoas produzem mais e melhor.

Após conhecer o funcionamento do dissídio, suas consequências e sua importância, fica mais fácil entender que esses reajustes não se tornam custos para as empresas, mas sim investimentos em melhorias na qualidade do serviço prestado. Da mesma maneira, os funcionários podem compreender melhor seus direitos, promovendo, assim, um acordo justo e sustentável.

E, para sempre relembrar o quão importante é cuidar da limpeza de forma correta, o SEAC-SP lançará um selo onde é reforçado o lema “Limpeza é Saúde”. Tendo em vista ressaltar boas práticas e afirmar que a limpeza profissional é muito diferente da limpeza doméstica – de equipamentos a produtos, o SEAC-SP aceitará a participação de empresas que concordem com a implementação de cuidados tão importantes.

Para mais informações: 

https://www.seac-sp.com.br/index.php/comunicacao2/campanha-limpeza-e-saude

Website: https://www.seac-sp.com.br/index.php/comunicacao2/campanha-limpeza-e-saude

Deixe o seu comentário