São Paulo 26/4/2021 – Precisamos de um planeta verde mas o mundo está em alerta vermelho.

O objetivo é pedir a outros países que assumam seus próprios compromissos para reduzir os gases do efeito estufa, disse a Casa Branca.

Durante a Cúpula de Líderes sobre o Clima nos Estados Unidos, o secretário-geral da ONU, António Guterres, pediu aos líderes mundiais que tomem medidas urgentes sobre o clima. “A Mãe Natureza não espera”, disse ele. “Precisamos de um planeta verde, mas o mundo está em alerta vermelho.”

O secretário-geral da ONU exortou a comunidade internacional a fazer esta a “década de transformação”, começando com a criação de uma coalizão global para atingir emissões líquidas zero até meados do século, e assim atingir os objetivos do Acordo de Paris sobre mudanças climáticas. “Os jovens estão pressionando os mais velhos a fazer o que é certo”, disse ele.

O próximo passo na direção certa, ele instou, é que todos os países – começando pelos principais emissores – apresentem novos e mais ambiciosos planos de ação climática, as chamadas Contribuições Nacionalmente Determinadas, ou PADs, no âmbito do Acordo de Paris.

Ele pediu propostas concretas para facilitar o acesso a mais financiamento e apoio tecnológico para os países mais vulneráveis ​​antes da crucial Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, COP26, a ser realizada em novembro.

A Secretária Executiva da ONU para Mudanças Climáticas, Patricia Espinosa, comentou sobre a Cúpula: “A emergência das mudanças climáticas no mundo é um perigo claro, presente e crescente para todos os habitantes deste planeta. Não reconhece fronteiras e, embora países podem ser afetados de forma diferente, ninguém está imune. Este é um momento de liderança, coragem e solidariedade por parte dos líderes mundiais – um momento em que eles devem tomar as decisões difíceis necessárias para finalmente cumprir as promessas do Acordo de Paris, liderar o mundo longe de desastres e em uma era sem precedentes de crescimento, prosperidade e esperança para todos.”

Neste contexto o presidente do Latin American Quality Institute, Daniel Maximilian Da Costa, declarou: “Os dias internacionais, como o Dia da Terra, permitem abrir a conversa sobre os temas mais urgentes, para sensibilizar todos os atores dos problemas não resolvidos e das agendas que cada um deles devem promover. Nesse sentido, criar um ambiente mais sustentável e compartilhado é tarefa de todos. Devemos agir hoje para ter um futuro melhor”.

Esta cúpula, organizada pelo presidente dos EUA Joe Biden, reúne a mais de 40 países que representam 80% das emissões globais. “Os compromissos apresentados por vários países na cúpula são ambiciosos, mas peço a todos que tragam essa liderança e impulso para as negociações cruciais da COP26 programadas para novembro próximo em Glasgow”, declarou o presidente Biden.

Os Estados Unidos apresentam suas novas contribuições em nível nacional na Cúpula, com o objetivo de alcançar uma redução nas emissões de gases de efeito estufa de 50-52%, em relação aos níveis de 2005, em toda a economia até 2030.

 

Website: http://www.laqi.org

Deixe o seu comentário